Review: The Silhouette (Ava Inferi)


Com uma regularidade não muito habitual entre colectivos nacionais, os Ava Inferi apresentam-nos o seu segundo álbum em dois anos consecutivos. The Silhouette vê a luz do dia (ou da noite!) um ano após a edição da tão competente quanto incompreendida estreia, Burdens. O guitarrista que outrora espalhou maldade pelo mundo nos seus Mayhem, deve ter gostado do sol português e por cá ficou acompanhado de outros excelentes instrumentistas e de uma superior vocalista, Cármen Simões, claramente de nível internacional. E o que se pode dizer desta segunda proposta é que quem achou interessante a primeira também vai achar esta; quem não compreendeu Burdens, também dificilmente compreenderá The Silhouette. Há muita semelhança entre os dois álbuns. São ambos muito suaves e simultaneamente muito densos como se de um thriller emocional se tratasse. E é de emoções que se fala nesta silhueta. Desde o início com A Dança das Ondas, cantada na nossa língua, somos levados para pensamentos muito longínquos: Fernando Pessoa e a relação malfadada do nosso povo com o mar! E fado! Também há fado na voz de Cármen. E também há fado na guitarra de Rune Eriksen. Fado no sentido de perda, de tristeza, de mágoa. O instrumental é claramente muito cinzento. Resta a voz para pintar alguns tons diferentes. Não garridos mas sofridos. Alternando uma voz quente e sensual nos graves para um registo frio, imperturbável e tecnicamente perfeito nos tons mais agudos, é ela quem guia o ouvinte ao longo desse misterioso caminho que desemboca em Pulse Of The Earth. Com apontamentos doom metal efectuados como manda a boa tradição misturados com outros mais étnicos e/ou góticos, The Silhouette vai deslizando suavemente pelos nossos ouvidos de forma clara e concisa. Destaque para as já citadas A Dança das Ondas e Pulse Of The Earth bem como para The Abandoned e La Stanza Nera num colectivo que, à semelhança do que havia acontecido na estreia, ainda apresenta dificuldades em criar um álbum homogéneo. De facto, o calcanhar de Aquiles destes almadenses situa-se na monotonia e pouca diversidade/variedade que imprimem em alguns temas, o que faz com que se criem alguns pontos mortos espalhados pelo trabalho.



Lineup: Carmen Simões (vocais), Rune Eriksen (guitarra), Jaime Ferreira (baixo), João Samora (bateria)

Website: http://www.ava-inferi.com/

Tracklisting:
1 A Dança das Ondas
2 Viola
3 The Abandoned
4 Oathbound
5 The Dual Keys
6 Wonders Of Dusk
7 La Stanza Nera
8 Grin Of Winter
9 Pulse Of The Earth

Edição: Season Of Mist (http://www.season-of-mist.com/)


Nota VN: 15,83 (2º)

Comentários