quarta-feira, 4 de março de 2009

Review: To The Grave (Iron Fire)

To The Grave (Iron Fire)
(2009, Napalm)
Numa época em que o Power Metal de guerreiros, dragões, espadas e afins parece estar cada vez mais moribundo, estranha-se que uma editora como a Napalm, normalmente associada a colectivos que fazem da inovação a sua força, apareça a editar este novo trabalho dos Iron Fire. E porque? Essencialmente porque este To The Grave não acrescenta rigorosamente nada a um sub-género perfeitamente estagnado. Acreditamos que ainda possa haver bons grupos dentro do power metal. Mas os Iron Fire não estão, definitivamente dentro desse leque. A sua falta de originalidade é gritante e tudo o que aqui se ouve são clichés que milhares de bandas já fizeram antes e, algumas delas, até de forma muito superior. A tentativa de introduzir alguma novidade,de que são exemplos alguns guturais ou os coros épicos em The Beast From The Blackness, parece demasiado forçada e completamente fora do contexto. Alguns bons solos, algumas melodias um pouco mais interessantes e alguns refrões orelhudos para gritar em frente a um palco são pormenores manifestamente insuficientes para tirar este álbum da mediocridade . Ainda assim, para os indefectíveis do estilo aconselha-se, principalmente, a primeira metade do álbum (temas como To The Grave ou March Of The Immortals até se tornam relativamente agradáveis) antes deste descambar de uma maneira irremediável para a chatice.

Tracklisting:
1. The Beast From The Blackness
2. Kill For Metal
3. To The Grave
4. The Battlefield
5. Cover The Sun
6. March Of The Immortals
7. The Kingdom
8. Frozen In Time
9. Hail To Odin
10. Doom Riders
11. The Demon Master

Edição: Napalm Records (
www.napalmrecords.com)

Lineup: Martin Steene (voz), Kirk Backarach (guitarra), Marc Masters (guitarra), Martin Lund (baixo) e Fritz Wagner (bateria)



Nota VN: 12,00 (5º)

Sem comentários: