quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Review: Symbiosys (Haven Denied)

Symbiosys (Haven Denied)
(2009, Edição de Autor)

Dois anos após a edição da sua estreia homónima (e três anos após a gravação do mesmo), os bracarenses Haven Denied estão de volta com Symbiosys. E deixei-nos dizer que este trabalho é tudo menos óbvio. Isto porque depois das excelentes reacções que a banda teve com Haven Denied, o mais fácil teria sido procurar repetir a mesma fórmula. Mas não. O quinteto optou pelo caminho mais difícil e complicado: evoluiu. E evoluiu em diversos sentidos. Numas vezes imprimiu mais velocidade (introdução de I’ve Never Been Proud Of Me); noutras aumentou a agressividade (Ruined Inside); em alguns momentos tornou-se mais intimista, introspectivo e até minimalista (Eremita ou Murmures de La Foret); noutros cresceu em termos progressivos (I’ve Never Been Pround Of Me ou Nowhere). No fundo, essa evolução traduziu-se numa alteração enorme da sua sonoridade. Ainda pode ser ouvida, em alguns momentos, aquela sensibilidade que tornou um tema como Therina tão fabuloso ou alguns apontamentos sinfónicos, nomeadamente num tema sensacional como Conquer Your Rights; mas agora a banda ganhou músculo e poderá dizer-se que pratica uma sonoridade plenamente actualizada. Será thrash? Em momentos sim, mas sempre com inúmeras pinceladas de outras coisas, como sejam o hardcore pela postura vocal, em alguns momentos raivosa; ou o progressivo pelas complexas estruturas criadas. A enorme diversidade rítmica e estilista que os temas contêm acabam por dificultar uma caracterização muito fiel da sonoridade dos Haven Denied. E se a isso associarmos a capacidade que a banda demonstra em introduzir ainda outras variantes (diversos elementos acústicos; temas neo-clássicos como Eremita só com guitarra clássica ou Murmures de la Foret, só com piano; apontamentos de blues em Honestly), poderemos ficar com uma ideia da riqueza de Symbiosys. Num tema como Story Of Men, por exemplo, a banda viaja de um tema acústico ao quase-death-metal em alguns segundos e é isto que demonstra que os Haven Denied de hoje, sendo diferentes, mostraram que conseguiram ultrapassar o estigma do segundo álbum. E com distinção.

Tracklist:
1. Intro
2. Ruined Inside
3. I’ve Never Been Proud Of Me
4. Nowhere
5. Eremita
6. Conquer Your Rights
7. Here To Tell
8. Last Chance
9. Honestly
10. Story Of Men
11. Murmures de la Foret

Line up: Luís (vocais), Henrique (guitarra), Simão (baixo), Miguel (guitarra, teclados), Caldas (bateria)
Myspace:
www.myspace.com/havendenied
Edição: Edição de Autor
Nota VN: 17,30 (5º)

Sem comentários: