Review: Opus Arise (Lost In Thought)

Opus Arise (Lost In Thought)
(2011, Inner Wound)

A introdução do press release afirmando que uma nova geração de metal progressivo havia nascido em Gales pode parecer pomposa. Mas depois de se escutar atentamente Opus Arise, a estreia em formato longo dos Lost In Thought, ficamos com a sensação que, não sendo o dealbar de uma nova geração é, no mínimo, a continuidade de uma outra de grande qualidade. Os fãs de Dream Theater, Threshold, Pagan’s Mind ou Seventh Wonder, seguramente que se deliciarão com este conjunto de oito temas, cheios de riffs, de solos e atributos técnicos. Um dos maiores destaques vai para o sensacional desempenho do vocalista, Nate Loosemore, perfeito no domínio dos graves e com um notável alcance nos agudos, como se pode provar em Lost In Thoughts. Curiosamente, em Seek To Find, o seu registo fica muito próximo de um Klaus Meine, mas este é apenas um ligeiro laivo da sua versatilidade. Musicalmente, a banda cruza metal progressivo com algum thrash (em Assimulate, Destroy as referências a este género são notórias) e alguns pormenores sinfónicos. Incorpora importantes pormenores criativos, estruturas harmónicas e uma cultura técnica assinalável, sendo que o trio de temas de abertura se revela em todo o seu esplendor. Outro ponto alto é obtido com a espetacular power ballad New Times Awaken, num sensacional conjunto de temas que coloca os Lost In Thought num patamar muito alto de classe.

Tracklist:
01. Beyond The Flames
02. Entity
03. Blood Red Diamond
04. Seek To Find
05. New Times Awaken
06. Delusional Abyss
07. Lost In Thoughts
08. Assimulate, Destroy

Line-up:
Nate Loosemore - vocais
David Grey - guitarras
Greg Baker - teclados
Simon Pike - baixo
Chris Billingham – bateria

Internet:

Comentários