quinta-feira, 16 de junho de 2011

Review: Demon Attack (Alastor)

Demon Attack (Alastor)
(2011, War Productions)

Um dos nomes míticos do metal nacional, os Alastor, estão de regresso após alguns anos de silêncio com um novo trabalho composto por onze temas que, atendendo ao titulo dos mesmos serão todos vocalizados em português, com exceção de Red Hot, um notável trabalho de destruição de um original dos Mötley Crüe. Esta é uma edição da War Productions e traz como bónus a reedição do primeiro trabalho da banda, Gates Of Darkness de 1996. E o que se pode esperar deste regresso é uma descarga brutal e primitiva de black/thrash metal blasfemo, caracterizada por uma sonoridade suja, agreste e cortante. Os solos são claramente thrash metal na linha de Slayer, incisivos, com técnica e, por momentos capazes de introduzir alguma melodia. De uma forma criteriosa, a banda consegue manter um equilíbrio entre violentas descargas sónicas e momentos mais compassados. Neste último campo, merece destaque a sensacional peça fúnebre que é Hino Fúnebre, um curto instrumental de negro recorte que ajuda a acentuar a componente obscura e depressiva do álbum. No outro campo, as nossas preferências vão para Pura Devastação e Necromante. Curiosamente, e voltando a Red Hot, esta acaba por ser uma versão bem escolhida pela forma como o seu balanceamento e groove se encaixam bem nas típicas estruturas Alastor. Para o fecho fica guardada outras das boas surpresas: Depois do Ataque é uma curta peça atmosférica com registo acústico que, naturalmente, regista o descanso dos guerreiros envolvidos nas batalhas anteriores.

Tracklist:
01 - Antes do Ataque
02 - Pura Devastação
03 - Evocação a Lilith
04 - Necromante
05 - As Portas do Inferno
06 - Hino Funebre
07 - Fogo e Sangue
08 - Orgia Noturna
09 - A Mão esquerda de Deus
10 - Red Hot
11 - Depois do Ataque

Lineup:
JA - guitarras
NS - guitarras
GC - vocais e baixo
FS - bateria

Internet:

Edição: War Productions

Sem comentários: