Review - Psyche (Alexandre Cthulhu)

Psyche (Alexandre Cthulhu)
(2011, Heavy Rock Prod.)

O guitarrista dos Face Oculta, Alexandre Cthulhu,  tem vindo a percorrer o país em nome individual,  no seu formato de one-man-show. O conceito é simples apesar de pouco frequente: por cima de backing tracks, o músico explora a sua guitarra desenvolvendo diversas temáticas desde o hard rock ao blues. Como corolário lógico dessas apresentações, surge este primeiro EP que inclui 4 temas instrumentais e que seguem a mesma lógica. O próprio Alexandre Cthulhu manipulou os sons dos backing tracks e sobre elas trabalhou a sua guitarra criando diversas ambiências. Em suma, basicamente Psyche é um trabalho típico de guitar-hero, em que a guitarra é, de facto, a personagem principal encarnando, pelos dedos de Alexandre Cthulhu, variados aspetos. E independentemente da curta duração do trabalho, pouco mais que dez minutos, fica-se com uma sensação muito agradável e com vontade que o músico continue a criar este tipo de temas e a desenvolver este projeto. Um projeto que, eventualmente, ficaria a ganhar se Alexandre conseguisse recrutar os músicos necessários para os restantes instrumentos.

Tracklist:
1. Angels
2. Back To School
3. Jack The Junkie
4. Street Racers

Line-up:
Alexandre Kthulhu – guitarras e programações

Internet:

Edição: Heavy Rock Prod.

Comentários

  1. Isto é para rir não?
    ''O próprio Alexandre Cthulhu manipulou os sons dos backing tracks e sobre elas trabalhou a sua guitarra criando diversas ambiências.''
    Ora bem, ele sacou as backing tracks da net e 'solou' por cima? Estou certo?
    Uma aula de improviso? Este trabalho de guitar hero não tem nada, aliás isto está muito longe do nível hoje exigido.

    ResponderEliminar
  2. Isto é para rir não?
    ''O próprio Alexandre Cthulhu manipulou os sons dos backing tracks e sobre elas trabalhou a sua guitarra criando diversas ambiências.''
    Traduzido: O Sr.Alexandre fez download de umas backing tracks na net e solou por cima? Estou certo?
    Este trabalho de guitar hero não tem nada, aliás, está muito longe do nível hoje exigido.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário