segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Review: Despair As You Stare (Deep Coma)

Despair As You Stare (Deep Coma)
(2011, Torn Flesh)

Um ano após a estreia deste enigmático e extremo projeto açoriano, na forma de Down The Gutter, Tito Bettencourt acompanhado por Maldor Evil está de regresso com a sua segunda proposta, Despair As You Stare. Como de costume, o primeiro assume todos os instrumentos e os vocais de apoio e o segundo cede os seus dotes vocais. E, à semelhança do primeiro trabalho temos entre mãos mais uma obra estranha, esquisita, esquizofrénica, demente. O inicio acústico de The Living Monster até pode deixar a impressão que os Deep Coma estão mais comedidos, mas é puro engano. Logo a seguir somos fustigados por intensos blastbeats e furiosos vocais para o tema terminar num cenário de filme de terror. Dementia segue o mesmo caminho e ao poderoso registo instrumental junta-se um agonizante registo vocal em cenários de pura esquizofrenia teatral, com sistemáticas mudanças de ritmo, de texturas e de melodias. Os dados ficam, então, lançados e o duo continua daí para a frente a destilar veneno, a espalhar loucura, a criar momentos completamente bizarros, a brincar com as sonoridades mais extremas, a representar peças de sentimentos atrozes, a explorar novas formas de tortura da mente pelo som, a desenvolver cenários de suspense e terror. E tudo isso é conseguido quer pela forma como os temas estão estruturados, quer pela forma da abordagem vocal, num campo e noutro, altamente diversificado e variado. E, registe-se, também pela crueza e frieza da produção. Ora mais rápido, ora mais compassado; ora mais extremo, ora mais psicadélico; ora com blastbeats demolidores, ora mais ponderado, Despair As You Stare volta a demonstrar a abordagem pouco ortodoxa que os Deep Coma fazem ao metal mais extremo. Uma abordagem com as características e predicados anteriormente descritos e que permite que a banda se afaste de alguns lugares comuns dentro do género. Despair As You Stare conta com a participação de Ricardo Santos (Morbid Death) nas segundas vozes em Jailbird, de Alexandre Moniz em adicionais apontamentos de bateria e com um tema vocalizado em português, Miragem, terminando com uma cover dos Sepultura, Refuse/Resist.

Tracklist:
01 - The Living Monster
02 - Dementia
03 - Miragem
04 - Chilling Out With Meth
05 - Jailbird
06 - Fire In The Sky
07 - Under The Ground
08 - Filthy Little Cunt
09 - The Fall
10 - Easy Target
11 - That Thing Moving In The Background
12 - Death In The Air
13 - Storm Ahead
14 - Refuse Resist (Sepultura Cover)

Line up:
Maldor Evil - vocais
Tito Bettencourt – todos os instrumentos, segundas vozes
Com a participação de:
Ricardo Santos (Morbid Death) – segundas vozes em Jailbird
Alexandre Moniz – baterias adicionais

Internet:

Sem comentários: