Review: Genetic Memory (Ilium)

Genetic Memory (Ilium)
(2011, Escape)

Quanto ao minuto 4:50 da faixa Genetic Memory os Ilium introduzem uma soberba mudança rítmica, duas coisas ficam provadas: 1º) estes australianos são, efetivamente, dotados de uma enorme capacidade técnica; 2º) a sua tendência para o NWOBHM da melhor fase dos Iron Maiden é inquestionável. Claro que o coletivo não se fica por aqui e introduz outras nuances como o power heavy melódico de uns Riot (o facto de o atual vocalista ter pertencido aos americanos não parece ser determinante) ou mesmo um technical thrash de uns Wrathchild America. Seja como for, o que importa salientar é que Genetic Memory é um excelente disco de metal melódico, apresentando um conjunto de temas com muito dinamismo, muita vivacidade e muito ritmo. Todos os temas se mostram muito bem elaborados e trabalhados e são superiormente executados. A prova da excelência da composição fica muito bem vincada em Neanderthal Within, com guitarra ritmo e vocais a criarem, em simultâneo, duas linhas melódicas distintas, num assomo de classe verdadeiramente indescritível. Para além deste, Genetic Memory é composto por mais alguns momentos de enorme qualidade, podendo ser destacados os temas Kinaesthesia, Grey Stains The Rainbow, Genetic Memory ou Ghosts In Flesh. Mike DiMeo, o tal vocalista que já trabalhou com os Riot (e também com os Masterplan), com os seus vocais altos e arranhados, enquadra-se na perfeição na forma como as canções se desenvolvem, guiando um conjunto de músicos de fino recorte técnico, onde sobressaem os solos de elevada qualidade e uma secção rítmica extremamente versátil, dinâmica e precisa. E este coletivo nascido em 1998 na cidade de Newcaste (a australiana!) sob a designação de Iliad assina, ao seu quinto álbum, o melhor trabalho da sua carreira e um dos mais consistentes álbuns do ano.

Tracklist:
1-Kinaesthesia
2- Littoria
3- Grey Stains The Rainbow
4- The Immortality Gene
5- Ephemeral
6- Genetic Memory
7-Hostile Sky
8- Fevered Tongue
9- Neanderthal Within
10- Ghosts In Flesh
11- Irrinja

Line up:
Mike DiMeo - vocais
Jason Hodges - guitarras
Adam Smith – guitarras, baixo, teclados
Tim Yatras – bateria

Internet:

Edição: Escape Music

Comentários