sábado, 29 de outubro de 2011

Review: Dear Revolution (The Vegabonds)

Dear Revolution (The Vegabonds)
(2010, Edição de Autor)

Oriundos de Alabama, os The Vegabonds nasceram em 2009 e logo no ano seguinte editaram o seu trabalho de estreia, precisamente este Dear Revolution que agora chega à Europa e que marca a sonoridade The Vegabonds de uma forma indelével. Uma extraordinária mistura onde cabe rock sulista, blues, country e até reagee, claramente assente sobre bases dos anos 60/70. Lynyrd Skynyrd, The Allman Brothers ou mesmo Led Zeppelin são algumas das referências que por aqui vão desfilando, neste conjunto intenso e brilhante de 12 temas. À sequência inicial, em ritmos sulistas e com travo a country, vão-se seguindo diversas incursões, todas bem conseguidas, por outros campos musicais. We’d Escape visita a Jamaica com o seu toque reagee, até em termos vocais e Dizzy Loves Blues é um momento de pura magia blues, num dos pontos mais altos de todo o disco. Mas Dear Revolution apresenta outros verdadeiros momentos de inesquecível prazer auditivo: Shaky Hands é excelente; Pick Me Up Mary é divinal e o fecho, The Border, brilhante  nos seus registos acústicos. Para trás ficou muita slide guitar, algum hammond, pontual honky-tonk piano entre outros malabarismos técnicos e instrumentais. Todos eles usados com inteligência, sem saturação, nas devidas doses. Todos eles usados em prol de temas que são verdadeiras canções, cantadas com emotividade, tocadas com feeling. Todos eles proporcionadores de momentos intensos e belos de rock verdadeiro. Como há muito já não se fazia.
Tracklist:
1.      Ballad Of The Movers And Shakers
2.      Brandee
3.      Dorothy Gayle (Here We Are Again)
4.      We’d Escape
5.      Dizzy Loves Blues
6.      Shaky Hands
7.      Streetlight Gypsy
8.      Pick Me Up Mary
9.      The Wanderer
10.  The Preacher
11.  Dear Revolution
12.  The Border

Line up:
Alex Cannon - guitarras
Daniel Allen - vocais
Bryan Harris - bateria
Paul Bruens - baixo
Richard Forehand - guitarras
Jamie Hallen - teclados

Internet:

Sem comentários: