RIP - Malcolm Young (AC/DC) - We Salute You!

Review: Against All Good And Evil (Prey For Nothing)

Against All Good And Evil (Prey For Nothing)
(2011, Massacre Records)

De Israel vêm os Prey For Nothing que com Against All Good And Evil assinam o seu segundo registo (primeiro para a gigante Massacre) três anos após a bem sucedida estreia, Violence Divine. O seu estido é death metal melódico e progressivo inspirado por nomes como Death ou At The Gates onde são bem notórias as influências thrash de nomes como Testament. Mas, bem vistas as coisas, as fronteiras da sua estreia foram ultrapassadas por um conjunto de 13 temas que são muito mais que simples death metal melódico. O facto de a banda combinar elementos que vão desde o progressivo à brutalidade do death metal coloca-os num patamar difícil de descrever que mas que se pode situar entre os Opeth e Behemoth, incluindo tudo o que está entre eles. Podemos dizer que estão, definitivamente, no polo mais pesado do metal embora não sejam totalmente extremos. E se os vocais nos remetem para algum desse extremismo (acabando mesmo por ser o pior elemento deste trabalho, por se tornarem demasiado lineares e maçadores, independentemente de alguns pontuais limpos), os arranjos, criativos e inteligentes, situam-se muito longe desse limite, sendo frequente, por exemplo, a utilização de sintetizadores e apontamentos sinfónicos. Por outro lado, é de salientar a soberba técnica de guitarra aqui apresentada. My First Relapse é o título do primeiro single, que já esgotou é também o primeiro tema escolhido para vídeo, sendo que a banda promete ainda mais três vídeos. Mas outros momentos se podem destacar: as longas Buried By The Light ou Against All Good e a dinâmica abertura com Treachery. Na face mais curta dos temas destacam-se Chekhov’s Gun, Homemade Holocaust e Spiritual Guillotine que acabam por ser versões compactas do que a banda explora nos temas mais longos. Para os amantes do tradicional death metal melódico este será um disco interessante a descobrir pelo facto de cruzar melodia, peso, brutalidade e técnica.

Tracklist:
1. Treachery
2. My Final Relapse
3. Unmake You
4. Buried By The Light
5. Chekhov’s Gun
6. Deciphering The Signal
7. Axis Mundi
8. Homemade Holocaust
9. Turning Shears To Swords
10. Technocrat
11. Spiritual Guillotine
12. Against All Good
13. Against All Evil

Line up:
Yaniv Aboudy - guitarras
Yotam ‘Defiler’ Avni - vocais
Tal Behar - guitarras
Iftah Levi - bateria
Amir Salomon – baixo


Internet:
 
 
 


Edição: Massacre Records

Comentários