sábado, 28 de janeiro de 2012

Review: Black Out Sunday (Chainfist)

Black Out Sunday (Chainfist)
(2010, Edição de Autor)

Com a recente assinatura com a Rock’n’ Growl, os dinamarqueses Chainfist ganharam alguma notoriedade e enquanto preparam uma promo de três temas, a sua agência disponibilizou o seu trabalho de estreia, Black Out Sunday, datado de 2010. A banda congrega ex-membros de bandas como Infernal Death, Epicenter, Panzerchrist ou Frozen Sun e, musicalmente, as suas bases estão firmemente assentes no hard rock, embora com capacidade para se estenderem a outros campos. Um som intrigante que tanto tem de cativante como de poderoso. E se a primeira audição traz logo uma sensação positiva, é com as subsequentes audições que se vai apercebendo a qualidade intrínseca a cada canção. Desde a abertura desenfreada feita com Free Me, que a banda explora de forma muito interessante riffs pesados e muito groove. Os vocais de Petersen são limpos, nítidos e expressivos e, simultaneamente, pesados e agressivos. Embora os Chainfist não introduzam grandes novidades, este é um disco que se ouve bem. E para quem procura algo de explosividade no metal, este é um trabalho aconselhado.

Tracklist:
1. Free Me
2. Edge Of The World
3. Evolution
4. Be a Man
5. Have You Ever
6. Stay
7. In Your Face
8. Show Me
9. Clown
10. Carpe Diem
11. Black Out
12. Shchwh

Line up:
Jackie Petersen – vocais
Michael Kopietz – guitarras
Thomas Hvisel – guitarra solo
Braca Pedersen – baixo
Jesper Heidelbach – bateria
 
Internet:

Sem comentários: