segunda-feira, 12 de março de 2012

Review: Seven Chapters In A Minor (Spirit Descent)

Seven Chapters In A Minor (Spirit Descent)
(2012, PsycheDOOMelic Records)

Assentes em pilares como arranjos prog rock, composição old school e qualidade de produção, os Spirit Descent embarcam em Seven Chapters In A Minor numa viagem de doom metal épico de tendências melódicas que em muitos aspetos os aproximam dos seus companheiros de editora, os polacos Evangelist. Assumindo uma tendência muito própria para evitar que as afinações fiquem tão graves que cheguem a um nível sub-sónico, este segundo trabalho da banda germânica, acaba por projetar riffs fortes cruzados com excitantes melodias. No fundo, nada de novo inventado, mas uma assinalável qualidade e a tal criação de peças épica de doom. Lentas, melódicas, autênticas e melancólicas. A diferença nos Spirit Descent é a inclusão de alguns elementos progressivos e alguma crueza que parece vir diretamente do heavy/thrash dos anos 80. O resultado é algo mais diversificado que o tradicional doom, onde temas longos como The Tragedy Of Captain Scott, Lamentations Of The Unborn ou Love Turned To Stone se revelam muito agradáveis e cativantes.

Tracklist:
1. Dawn Of Mankind
2. Owner Of The Fifty Names
3. The Tragedy Of Captain Scott
4. Alternating Reality
5. Sleeper
6. Love Turned To Stone
7. Lamentations Of The Unborn
Lineup:
Andreas Schiffmann – baixo
Guido Preuβner – bateria
Dimitrii Titenok – guitarras
Andreas Libera – guitarras
Jan Fischer – guitarras
Jan Fichelbaum - vocais

Internet:

Sem comentários: