terça-feira, 8 de Maio de 2012

Review: Presenting The Problem (Ribozyme)

Presenting The Problem (Ribozyme)
(2012, Indie Recordings)

Durante mais de uma década que os Ribozyme têm estado na vanguarda no que diz respeito ao rock alternativo norueguês. A abordagem sólida que fazem do seu trabalho, levam a que o trio desenvolva paisagens refinadas onde são evidentes nuances minuciosamente pensadas e trabalhadas, sejam elas tingidas de vermelho de raiva ou pinceladas de resignação e tristeza. Isso fez com que este trio tenha sido sucessivamente comparado a gigantes como Tool, Filter ou mesmo Nine Inch Nails, mesmo considerando algumas distâncias estilísticas que existam para os nomes citados. Chegado ao seu quinto trabalho, o trio apresenta o problema: como continuar a derrubar barreiras e a redefinir o seu conceito de rock. A análise a este problema diz-nos que o processo de escrita dos Ribozyme continua a combinar poder, precisão e melodia de uma forma completamente espontânea e despretensiosa. Portanto, Presenting The Problem é um disco que cruza o metal e o rock, apresentando as nuances anteriormente citadas num conjunto de 10 temas de fino recorte e que proporcionam uma experiência sónica única. Neste trabalho a banda conta com a participação de Jørgen Munkeby dos Shining no saxofone em Leverage, de Frederik Saroea dos Datarock nos vocais adicionais em Scale Of Values, deThomas Lonnheim na guitarra em Lending A Fever, de Roger Berland no lap steel em Lending A Fever e Over The Galvanized e de Eirik Minde no piano em The Bricks Went Flying. Trata-se de um conjunto de convidados que ajudam o trio base a apresentar 40 minutos de intensidade explosiva e de macrovisão musical com precisão cirúrgica.

Tracklist:
1. Presenting The Problem
2. Lending A Fever
3. Leverage
4. Over The Galvanized
5. Caskets
6. Downside Advantage
7. Scale Of Values
8. Rewatched
9. Paid In Graves
10. The Bricks Went Flying

Line-up:
Kjartan Ericsson – vocais e guitarras
Bård Bøge - baixo
Cato Olaisen – bateria
 
Internet:

Edição: Indie Recordings

Sem comentários: