sábado, 30 de junho de 2012

Review: Unlive From A Dead City (Tin Scribble)

Unlive From A Dead City (Tin Scribble)
(2011, Independente)

Apresentando um rico e diversificado background musical na área de Detroit, os elementos dos Tin Scribble são todos superiormente dotados em termos técnicos e, desde logo, se percebe que o que se ouve em Unlive From A Dead City é música de outro campeonato. A banda explora caminhos de um prog rock com reminiscências de nomes como Hawkwind, Gong, King Crimson ou Van Der Graaf Generator, embora, em muitas situações, acabem eles próprios por traçar a sua própria orientação. Unlive From A Dead City representa um conjunto de gravações live efetuadas em estúdio, demos acústicas e outros temas e tem como finalidade diminuir a ânsia dos fans entre o álbum Children Of Saturn e o próximo trabalho do coletivo previsto para este ano. O álbum abre com uma peça curta instrumental, Schizophonia, que começa de uma forma lenta no piano e se desenvolve para uma sonoridade eletroacústica. Outros temas acústicos aparecem por qui, nomeadamente, o sensacional trabalho de guitarra apresentado em Guitaristic At Ease. Abandon, a segunda faixa, desenvolve-se para outros campos mais avant-gard/alternativo e Invisible Sun recupera muita da essência pop/rock dos anos 80. Isto são meros exemplos, uma vez que durante os 76 minutos de duração do disco, outros elementos são incorporados de uma forma consistente: jazz, folk, eletrónica ou ambiental. Sempre surgindo de uma forma altamente natural, sem regras específicas quer para os ritmos quer para as melodias. Apenas deixando fluir a inspiração. Por isso aconselha-se que este disco seja ouvido por mentes abertas e que simplesmente se deixem conduzir pelas fantásticas linhas musicais, algumas bem complexas. Sem limites nem ideias preconcebidas.

Tracklist:
1. Schizophonia
2. Abandon
3. Corinnia
4. Without
5. Vox Populi Vox Dei
6. Wake (acoustic)
7. Separate Silence
8. Invisible Sun
9. Breakable
10. Guitaristic At Ease
11. Bleak
12. For A While
13. Throwing Glances
14. Wake   

Line-up:
Michael Moore - vocais, guitarras, teclados
Ryan Looney – bateria
Danielle Colen - baixo
Todd Richardson - guitarra
 
Internet:

Sem comentários: