sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Review: Malediction (Sarah Jezebel Deva)

Malediction (Sarah Jezebel Deva)
(2012, Listenable)

Depois de 14 anos em que Sarah Jezebel Deva acompanhou os Cradle Of Filth, os papéis invertem-se agora em Malediction, o novo EP da diva britânica que tem edição apenas digital via Listenable. Malediction é um conjunto de três temas onde Sarah divide os vocais em dois: primeiramente em Lies Define Us com Björn Strid, vocalista dos Soilwork que aqui se apresenta em registo limpo e depois em This Is My Curse, precisamente com Dani Filth, no momento mais denso e dark. É um trabalho curto, claramente a adocicar os fans enquanto algo mais substancial não chega. No entanto, o mais importante a salientar é que estes novos temas de Sarah Jezebel Deva estão, claramente, num patamar superior ao apresentado no seu último trabalho em seu nome próprio. Diríamos que os arranjos, as melodias, os riffs, as linhas vocais, os apontamentos de piano e os elementos sinfónicos estão mais próximos do soberbo God Has A Plan For Us do projeto anterior da vocalista, Angtoria. Para já significa que o trabalho de composição vai correndo bem, muito bem mesmo. Mas, naturalmente, que, depois desta amostra, ficamos mais ansiosos à espera do longa duração.

Tracklist:
1.      Lies Define Us
2.      When It Catches Up With You
3.      This Is My Curse

Line-up:
Sarah Jezebel Deva – vocais
Ablaz – baixo
Jamie Abela – bateria
Jonny Gray – guitarras
Dan Abela – guitarras

Internet:

Edição: Listenable

Sem comentários: