sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Entrevista: Rhino Bucket

Numa altura em que os Rhino Bucket se preparam para assaltar a Europa com o seu hard rock à lá AC/DC, a editora Acetate Records publica Live At Coconut Teaszer, um disco que regista um espetáculo da banda no célebre clube de Los Angeles no ano de 1990. De forma incompleta, esta gravação já circulava na internet, mas agora os fãs têm a possibilidade de ter o produto completo, com uma nova mistura e masterização e, logicamente, com melhor qualidade. Georg Dolivo o vocalista e guitarrista ritmo da banda respondeu às questões de Via Nocturna.
 
Olá Georg. Obrigado por responderes a Via Nocturna. Live At Coconut Teaszer é a gravação de um concerto de 1990, suponho. Porque esta edição agora?
Bem, já havia uma versão bootleg com parte do espetáculo a circular na Internet há anos e estávamos muito satisfeitos com a qualidade do som. Portanto, fomos ao cofre, tiramos as fitas com todo o espectáculo e fizemos a remistura e remasterização. Estamos muito felizes com a qualidade do CD acabado. Fizemos isso para dar aos fãs uma boa representação de como o original line-up soava ao vivo.
 
Então, quais são os objetivos que vocês procuram atingir com esta edição?
Queremos que todos sejam capazes de ter um CD nosso tocando músicas do primeiro álbum. A Warner Bros não nos deu os direitos de relançamento dos dois primeiros álbuns, mas não nos podem impedir de lançar versões ao vivo.
 

No início do novo milénio os Rhino Bucket pararam um período. O que aconteceu nessa altura?
Fizemos um intervalo. Depois de trabalharmos sem parar durante algum tempo, estávamos cansados e enfadados com o estado da indústria musical e connosco mesmos. Além disso, dois dos elementos, Greg e Liam, tinham decidido deixar a banda. Nessa altura, Reeve e eu decidimos fazer uma pequena pausa para recarregar as baterias e redescobrir o nosso amor pelos Rhino Bucket.
 
O vosso último álbum já data de de 2010, Who’s Got Mine. Para quando podemos esperar material novo?
Estamos neste momento a escrever novo material e esperamos lançar um longa duração só com originais no verão de 2013.
 
Simon Wright é um elemento permanente dos Rhino Bucket ou não?
Não, Simon é um grande amigo meu, mas ele está ocupado com os Dio’s Disciples. Conversamos muito e fazemos questão de beber uma ou duas cervejas de vez em quando. Dave Ducey é o baterista permanente dos Rhino Bucket.
 
Vocês são uma banda conhecida por fazer bandas sonoras. De todas que fizeram, posso perguntar-te qual a que mais gostas e porquê?
Embora eu goste de todas as bandas sonoras que fizemos, Ride With Yourself de Wayne’s World tem um lugar especial no meu coração, pois foi a nossa primeira experiência.
 
E atualmente estão a trabalhar em alguma nova banda sonora?
Bem, na realidade nós não trabalhamos em bandas sonoras. Apenas tentamos escrever as melhores canções e esperamos que alguém as queira usar nos seus filmes ou programas de TV.
 
Recentemente filmaram uma cena ao vivo para o filme To Hell With A Bullet. Podes descrever-nos o que sentiram nesse papel?
Foi muito divertido. O diretor foi Vick Wright e ele fez um grande trabalho para que todos nós nos sentíssemos confortáveis em frente da câmara. Fizemos três dias de filmagem e uma performance ao vivo. Foi uma produção cinematográfica de Hollywood completa e bastante interessante para perceber como eles fazem os filmes.
 
Em 2013, regressarão à Europa. Que expectativas?
Grandes espetáculos, fãs, boa comida e muita neve (risos).
 
Portugal não está incluído, suponho ...
Eu realmente queria voltar a Portugal. Sempre passamos aí grandes momentos. Talvez da próxima vez...
 
A terminar queres acrescentar algo mais aos nossos leitores?
Muito obrigado pelo apoio aos Rhino Bucket nestes últimos 20 anos. Nós prometemos dar sempre 100% e esperamos rockar durante mais 20 anos.

Sem comentários: