terça-feira, 20 de novembro de 2012

Review: Springtime (Viter)

Springtime (Viter)
(2012, Metalism Records)
 
Da Ucrânia surge um dos mais curiosos projetos deste ano de 2012. Curiosos e, simultaneamente, inovadores e intrigantes. A banda estreia-se com Springtime, um conjunto de 10 temas arrojados e sem limites. Passemos a explicar: imaginem um cruzamento entre os Rammstein e os Orphaned Land adicionado de uma dose extra de insanidade. Pode parecer estranho, mas os Viter cruzam de uma forma verdadeiramente brilhantes elementos folk e étnicos, som industrial, guitarras claramente heavy e sonoridades alternativas. Adicionem-lhe melodias sublimes e um trabalho vocal assinalável (os momentos mais graves conferem um poder e sensualidade únicas… - aqui sim, é onde mais se sente alguma influência dos israelitas) e ficarão com uma ideia da melhor forma de se introduzirem no mundo Viter. E se por aqui há momentos calmos e doces, também há algumas explosões (embora nada de extremos) e momentos de pura fantasia folk (bem liderados por um soberbo trabalho de flauta, mas sempre secundados por outros estranhos instrumentos típicos da região dos Balcãs) bem como outros de pura loucura. Como seja o caso da utilização de uma galinha (!!) em For The Fire. Poder-se-á dizer que nunca o folk, o étnico, o industrial e o heavy se cruzaram de forma tão perfeita e com um resultado tão agradável. É verdade. Mas Springtime não é apenas um álbum interessante pelo seu exotismo. Pensar isso será o mais puro dos enganos. Springtime é um grande disco de metal (com todas as variações já anotadas), composto por um excelente conjunto de temas destacando-se, na nossa opinião, The Night Is So Moonlit, Marichka, Springtime ou Diving Deep. E será um disco que os amantes das sonoridades menos tradicionais deverão procurar descobrir.
 
Tracklist:
1.      Wool Fish Love
2.      The Night Is So Moonlit
3.      Marichka
4.      For The Fire
5.      Springtime
6.      Diving Deep
7.      Cold And Frozen
8.      Viter
9.      Day Eats Day
10.  Two Colors
 
Line-up:
Yulian Mytsyk – vocais e instrumentos folk
Sviatoslav Adept – guitarras e instrumentos folk
Volodymyr Derecha  – guitarras
Oleksandr Ignatov    teclados
Bohdan Potopalskyi    baixo
Serhiy Krasutsky – bateria
 
Internet:
 
Edição: Metalism Records

Sem comentários: