segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Review: Intet Menneskbarn (Huldre)

Intet Menneskbarn (Huldre)
(2012, Gateway Music)
 
Nascidos na Dinamarca no ano de 2006, os Huldre são um coletivo com elementos oriundos de diferentes géneros musicais que vão desde a música medieval acústica ao black e death metal. Por isso, a música praticada por este sexteto acaba por compilar num só álbum muitas dessas influências, com forte e especial ênfase nos elementos folk. A estreia sob a forma Intet Menneskbarn é composta por 11 temas cantados na sua língua mãe, sendo dez originais e uma reconstituição de um tema tradicional norueguês (Beirblakken) em que os fortes riffs e até alguns blastbeats se cruzam com elementos folk e tradicionais como violinos e flautas e com a personalizada voz de Nanna Barslev. Aliás, refira-se que do black/death metal só existem mesmo alguns soltos blastbeats, nomeadamente a secção inicial de Vaageblues e alguns vocais mais agressivos no tema de abertura. Tudo o resto são composições em que a melodia assume um grande destaque, muitas vezes a serem conduzidas pelas flautas e violinos que se enquadram de forma perfeita com o setor vocal e rítmico. Assim, como se de uma mistura entre Korpiklaani, Midnattsol e Lumsk se tratasse. Com a adicional capacidade de se ir reinventando ao longo do álbum introduzindo influências orientais (Ulvevinter), aspetos teatrais/circenses (Skovpolska), ambientes festivos (Gennem Marsken) e apontamentos celta (aleatoriamente espalhados, mas eventualmente mais notórios no excelente instrumental Spillemand). Mas o mais importante de Intet Menneskebarn é que em momento algum perde peso em detrimento do folk. Ou seja, todos os temas têm uma base claramente metal, com fortes riffs, uma secção rítmica poderosa e com a guitarra a sacar solos fantásticos. E este é um aspeto que torna ainda mais impressionante esta estreia: os Huldre conseguem no mesmo espaço ser um coletivo metaleiro muito forte e folky com muita magia.
 
Tracklist:
1.      Ulvevinter
2.      Trold
3.      Skovpolska
4.      Brandridt
5.      Gennem Marsken
6.      Vaageblues
7.      Havgus
8.      Spillemand
9.      Beirblakken
10.  Knoglekvad
11.  Skaersild
 
Line-up:
Nanna Barslev – vocais
Laura Emilie Beck – violino
Troels Dueholm Norgaard – flautas
Lasse Olufson – guitarras
Bjarne Kristiansen – baixo
Jacob Lund - bateria
 
Internet:
 
Edição: Gateway Music

Sem comentários: