Review: Corello Motello (Oel)

Corello Motello (Øl)
(2013, Art Development Productions)
(4.9/6)
 
Sejamos sinceros: a capa do novo trabalho dos Øl não é nada apelativa, mantendo uma negativa tradição. E também o press release que acompanha este lançamento deixa muito a desejar em termos de informação. Mas como o que aqui importa, efetivamente, é analisar música, vamos esquecer estes pormenores que acabam por ser diluídos ao longo dos 14 temas mais uma introdução de Corello Motello, sinistro nome para o enésimo trabalho dos germânicos. A curta introdução nada promete mas Feeling, primeiro tema a sério mostra-nos um coletivo forte, com pujança e com vontade de rockar a sério. Mas logo a seguir, a partir de Heartbeat (tema muito rodado aquando do Euro), a banda entra mais por campos de um rock alternativo na linha de uns Coldplay ou Keane com algumas melodias tipicamente pop construídas sobre uma secção rítmica soft e guitarras muito limpas. A situação começa a mudar para melhor a partir de Just Like You Just Like Me, um tema com uma das mais bem conseguidas melodias do disco. Depois o hard rock e AOR surgem para ficar, só sendo interrompidos pela balada Ballad Of Wild. Nesta fase, Corello Motello vai em acentuado crescendo de qualidade e interesse até final, com especial enfâse para as texturas de piano em You Say e o forte travo a blues de Somebody Else. Depois do regresso da pop em Sun In My Hand, os Øl fecham de forma sensacional com All In All um longo tema que apresenta duas faces divididas por alguns (longos) segundo de silêncio. Antes da quebra, é emotivo, com bases acústicas; depois é psicadélico com um brilhante trabalho de órgão, muito retro. No seu espectro, Corello Motello é um dos melhores álbuns do ano e é especialmente aconselhado para quem gosta da fação mais soft e calma do rock.
 
Tracklist:
 
1.
Intro
2.
Feeling
3.
Heartbeat
4.
Come On Come On
5.
Hold Your Hand
6.
Long Way
7.
Just Like You Just Like Me
8.
Girlfriend
9.
Out There
10.
Ballad Of Wild
11.
Touchdown
12.
You Say
13.
Somebody Else
14.
Sun In My Hand
15.
All In All
 
Line-Up:
Sebastian – vocais e guitarras
Marcus – baixo e vocais
Jens – guitarras e vocais
Dirk – teclados e vocais
Sascha - bateria
 
Internet:
 
Edição: Art Development Productions

Comentários