domingo, 3 de março de 2013

Review: Lambay (Sirocco)

Lambay (Sirocco)
(2012, Independente)
 
Embora este seja o nosso primeiro contacto com os Sirocco, devemos desde já adiantar que a banda irlandesa já vai no seu terceiro registo. Adicionalmente informamos que nos dez anos de existência, só a partir de 2007, por alturas do seu segundo álbum, é que foram introduzidos os vocais a cargo do baixista Ciaran O’Cearuill. Lambay é um disco curto, composto por oito faixas, sendo que duas são uma curta introdução e um curto interlúdio, ambas bem enigmáticas. E é um disco conceptual sobre a invasão da Irlanda pelos Vikings, focando-se, todavia, em aspetos menos conhecidos da história. Musicalmente situa-se num campo do heavy metal tradicional com elementos épicos, curtas incursões pelo doom, com vocais limpos (exceção feita a uns berros em An Cheann Rí), muito lineares e quase sempre muito tranquilos a contrastar um pouco com a densidade imprimida por ritmos thrashy e um trabalho bateria muito dinâmico e complexo sendo que por vezes se aproxima de marchas militares. No entanto, o que mais se salienta são os belos leads e harmonias criadas pelos dois guitarristas, sendo Fallow; Unearth um dos melhores exemplos. A primeira fase do álbum é mais comedida em termos rítmicos, mas Lambay, de uma forma subtil e quase sem nos apercebermos vai aumentando de intensidade, imprimindo cada vez mais energia e ritmo até atingir o final com Kingdom Of Oriel, quanto a nós o melhor tema do trabalho pela sua dinâmica e envolvência. No entanto, apesar dos atributos atributos, Lambay não é um disco marcante no seu segmento. Tem uma audição fácil e isso é uma mais-valia, mas acaba por ser pouco ambicioso, devendo agradar, essencialmente, aos fãs de tendências célticas.
 
Tracklist:
1.      Azure
2.      Lambay
3.      Fallow; Unearth
4.      Mael Suthain
5.      Tempest
6.      An Cheann Rí
7.      The Towers
8.      Kingdom Of Oriel
 
Line-Up:
Robert Kiernan – bateria
J. Tobin – guitarras
Ciaran O’Cearuill – baixo e vocais
John Owens – guitarras
 
Internet:


 

 

Sem comentários: