sexta-feira, 15 de março de 2013

Review: New World Chaos (Nailgun)

New World Chaos (Nailgun)
(2012, Independente)
 
Bom, há coisas que surgindo do nada se revelam em todo o seu esplendor. Os Nailgun são um desses casos. São originários da Alemanha e já se tinham estreado em 2011 com Paindustry. Já na altura, pelos vistos, tinham sido bem recebidos, apesar de New World Chaos, segundo trabalho da banda, ser o nosso primeiro contacto com os germânicos. E que agradável surpresa! New World Chaos é um excelente álbum que explora de forma madura e perspicaz um espaço não muito bem definido entre o heavy metal clássico, o power metal, o thrash metal, o dark metal e o prog. Parece complicado? Se ouvirem New World Chaos perceberão que não é. A banda não impõe limites à sua criação e se é verdade que muitas vezes anda perto de Nevermore ou Metallica, outras anda bem longe disso (vai desde Crematory a Iron Maiden!!!). Com a agradável curiosidade de em momento algum parecerem uma manta de retalhos. Não!  Tudo ali faz sentido. Tudo ali tem uma lógica evolutiva. Os leads e harmonias são de uma rara beleza; a secção rítmica é brilhante em termos de poder e dinamismo; os dois vocalistas, com desempenhos diferentes, complementa-se muito bem, sendo um fator importantíssimo na criação de identidades diferenciadas em cada tema. A capacidade criativa deste sexteto é impressionante e isso fica bem patente na forma como introduzem sucessivos e interessantes breakdowns e mudanças rítmicas e estruturais em muitos temas. Num trabalho de tal classe, será difícil destacar um tema. Ainda assim arriscaríamos Darkest Hour, Traitor, Abyss Of Shadows, Deep Shades Of Sorrow, When God Turned Away e a calma e emocional You Are Everything. E apenas um conselho: adquiram New World Chaos
 
Tracklist:
01 A Fragment of Chaos
02 Darkest Hour
03 Traitor
04 I Have Enough
05 Abyss of Shadows
06 Deep Shades of Sorrow
07 The Result
08 Change of Season
09 When God Turned Away
10 Time is Running Out
11 You Are Everything
 
Line-Up:
Manuel Buhler – vocais
Manuel Blesch – vocais
Daniel Morsch – guitarras
Florean Hahn – guitarras
Sven Rakowitz – baixo
Felix Hartwig – bateria
 
Internet:

Sem comentários: