RIP - Malcolm Young (AC/DC) - We Salute You!

Review: Cage Of Infinity (Vindictiv)

Cage Of Infinity (Vindictiv)
(2013, Escape Music)
(4.5/6)
 
Ao terceiro álbum da carreira destes suecos, Stefan Lindholm, líder e mentor do projeto alterou um pouco a sua forma de compor. Cage Of Infinity, apesar de manter ainda bastantes tendências neoclássicas, mostra-se um disco mais forte e direto. Mais in your face, uma tendência que pode ser trazida de algumas influências thrash metal que agora se notam com mais acuidade. Menos complexo e de perceção mais imediata, o terceiro trabalho do guitarrista de Gotemburgo e da sua banda mantem os solos estonteantes e as linhas melódicas mas aumenta o peso das guitarras (que se tornam densas e por vezes sufocantes) e endurece a bateria. Simultaneamente, vocais altos e rasgados, cortesia do novo vocalista, o italiano e ex-Eden’s Curse Marco Sandron, aproximam os Vindictiv de algo como uns Judas Priest mais pesados. Estabelecida esta linha de ação, a banda sueca não foge muito durante a totalidade do disco. Quer isso dizer que para o bem ou para o mal, acaba por não haver aqui grandes surpresas. Mais um pouco de groove aqui ou acolá (principalmente em Cage Of Infinity ou Astronaut), mais acentuar da agressividade (como em Choices), com mais ou menos sensibilidade melódica (o “mais” acontece na segunda metade do álbum, com especial destaque para as sensacionais Resistance e Son Of Fate), Cage Of Infinity não alarga muito os seus limites nem se expande para muito longe da sua zona de conforto. Ainda assim, o que aqui está é muito bem feito e é claramente aconselhado para os fãs do verdadeiro metal, cheio de vigor, força, atitude e solos de transcendental craveira técnica.
 
Tracklist:
1.      The Chosen
2.      Cage Of Infinity
3.      Down In A Black Hole
4.      Choices
5.      Astronaut
6.      Human Emergency
7.      Resistance
8.      Orphans
9.      Son Of Fate
10.  The Encounter
11.  Screaming For Answers
 
Line-up:
Marco Sandron: vocais
Stefan Lindholm: guitarras
Pontus Larsson: teclados
Nalley Pahlsson: baixo
Henrik Hedman: bateria
 
Internet:
 
Edição: Escape Music

Comentários