Review: Songs Of A Lifetime (Greg Lake)

Songs Of A Lifetime (Greg Lake)
(2013, Esoteric Antenna)
 
Mr. Greg Lake! Nome incontornável da cena rock progressiva, membro dos seminais King Crimson e dos injustiçados Emerson, Lake & Palmer (ELP). Greg Lake, amante de literatura, começou ele próprio, há uns tempos a escrever a sua autobiografia, um livro que se nos afigura possa vir a ser um best-seller. E foi com esse livro autobiográfico que surgiu a ideia de transpor para palco um concerto, também ele autobiográfico, pessoal e intimista, a história da sua vida musical. Songs Of A Lifetime representa precisamente isso. Aqui Lake homenageia as suas grandes referências (Elvis Presley e Beatles), recorda alguns dos melhores momentos quer dos King Crimson quer dos ELP, revisita os seus tempos passados em Paris e até recupera a sua primeira guitarra. Tudo num concerto familiar onde o músico conta algumas histórias e brinca com a audiência revelando-se um comunicador nato e até com um apurado sentido de humor. O homem que é apontado como o responsável pelo surgimento do punk e que há muito já deveria ter o seu nome inscrito no Rock’n Roll Hall Of Fame (por aqueles lados também há injustiças!) aparece praticamente sozinho neste concerto, assumindo toda a responsabilidade. Songs Of A Lifetime é, pois, uma importante visão histórica de um dos maiores nomes do rock, sob um ponto de vista próprio e pessoal. Um documento de colecionador destinado a verdadeiros fãs de Greg Lake, ELP ou King Crimson.
 
Tracklist:
1.      21st Century Schizoid Man
2.      Lend Your Love To Me Tonight
3.      Songs Of A Lifetime Tour Introduction
4.      From The Beginning
5.      Tribute To The King
6.      Heartbreak Hotel
7.      Epitaph/The Court Of The Crimson King
8.      King Crimson Cover Story
9.      I Talk To The Wind
10.  Ringo And The Beatles
11.  You’ve Got To Hide/Your Love Away
12.  Touch And Go
13.  Trilogy
14.  Still… You Turn To Me
15.  Reflections Of Paris
16.  C’Est La Vie
17.  My Very First Guitar
18.  Lucky Man
19.  People Get Ready
20.  Karn Evil 9/1st Impression Part 2
 
Line-up:
Greg Lake – todos os instrumentos
Jon Michael Engard – guitarras e vocais em Karn Evil 9
April Laragy Stein – acordeão em You’ve Got To Hide Your Love Away
 
Internet:
 
Edição: Esoteric Antenna

Comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Cara, antes de afirmar que o Greg Lake foi um dos responsáveis pelo surgimento do movimento punk, seria melhor você ter lido isto:
    http://www.vandohalen.com.br/punk-nao-e-musica-diz-greg-lake/
    Que eu saiba, o Greg Lake nunca teve QUALQUER envolvimento com o gênero punk.

    ResponderEliminar
  3. Olá anónimo! Claro que Greg Lake nunca teve nada com o movimento punk. Mas, como deverá saber, o punk surgiu como forma de simplificar o rock, numa altura em que alguns pensavam que a complexidade musical tinha atingido patamares inaceitáveis e que o rock não tolerava temas com 8, 10, 15 minutos. E quem foi um dos responsáveis por essa complexidade? Precisamente Grag Lake nos seus diversos projetos. É por isso que, atualmente se afirma (e atenção, porque não fui eu quem o disse!) que Lake é o responsável pelo surgimento do punk. Naturalmente de uma forma indireta!Abraços!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário