Review: Flash Featuring Ray Bennett & Colin Carter (Flash)

Featuring Ray Bennett & Colin Carter (Flash)
(2013, Purple Pyramid)
(5.2/6)

Há cerca de 40 anos que os Flash não gravavam qualquer álbum de originais. A banda britânica fundada pelo lendário guitarrista dos Yes Peter Bank, juntamente com Colin Carter e lançou três álbuns de sucesso nos anos 70 e agora regressa com um álbum com dois dos elementos fundadores, Ray Bennett e Colin Carter. De forma natural este novo trabalho apresenta-nos um rock progressivo profundamente assente nas raízes prog rock dos anos 70, notando-se, nomeadamente influências dos seminais Yes. Flash Featuring Ray Bennet & Colin Carter inclui cinco novos temas escritos pela dupla, dois novos instrumentais, uma cover de Hurt dos NIN e ainda uma nova versão de Manhattan Morning, tema que surgiu no terceiro trabalho da banda, Out Of Our Hands. Mas o que mais salta à vista neste disco é o soberbo trabalho das duas guitarras de Bennet e Carter com as músicas a serem construídas, em muitos momentos, com base em longos solos. Destaque, neste particular, para a abertura com Night Vision onde esses enormes solos, adicionados de outro monstruoso solo de Hammond, se mostram mais evidentes. Outros momentos de destaque surgem na instrumental cheia de passagens atmosféricas Morpheum ou na jazzística, com um brutal trabalho de piano, Richerd Of Venice. Três temas que, sem dúvida, se destacam do resto de um disco composto por mais seis temas onde o progressivo se revela menos complexo em termos de estruturação dos temas que o habitual mas dando maior enfâse à capacidade técnica individual.

Tracklist:
1.      Night Vision
2.      Hurt
3.      Something So Dark
4.      Manhattan Morning
5.      Into The Sun
6.      Grand Canyon
7.      Morpheum
8.      10 000 Movies
9.      Richerd Of Venice

Line-up:
Colin Cartner – vocais, guitarra ritmo
Ray Bennett – guitarras, vocais, baixo, teclados, percussão
Rick Daugherty – teclados
Mark Pardy – bateria
Paul Pace – bateria

Internet:


Edição: Purple Pyramid

Comentários