domingo, 22 de setembro de 2013

Entrevista: The Deep End

Os The Deep End são um poderoso coletivo australiano de puro e genuíno rock ‘n roll. Após 3 EP’s bem sucedidos no seu país, aí está o tão aguardado longa duração de estreia, Cop This. Fomos conhecer melhor esta banda e o que nos reserva esta sua proposta numa entrevista com o vocalista Dale Schober.

Viva Dale, obrigado pelo teu tempo. Para começar, quem são The Deep End?
Não te preocupes, muito obrigado pelo teu interesse! Os The Deep End são um coletivo de 5 elementos de poderoso rock’n'roll de Melbourne, na Austrália. Sou eu na voz principal, Jazz nas guitarras, Drew nas guitarras, Matt no baixo e Nick na bateria! E adoramos cerveja e rock’n’roll!

Quando começaram este projeto? Quais eram os objetivos nessa fase inicial?
A banda existe desde 2007, mas o line-up que temos agora não tem um ano ainda! O nosso objetivo sempre foi e sempre será tocar rock’n'roll da maneira que gostamos, para podermos passar bons momentos e sem nos importarmos com o que os outros fazem!

Como foram os vossos primeiros tempos? Sei que tocar covers de AC/DC foi uma das vossas atividades...
Aprendemos muito com os nossos primeiros espetáculos, como fizeram muitas bandas, tenho certeza. Embora adorássemos tocar covers de AC/DC (e ainda o fazemos de vez em quando), a partir da altura que escrevemos as nossas próprias canções foi difícil parar. Há tanta satisfação que vem de um killer riff ou de um coro quando se consegue um! À medida que envelhecemos, o nosso estilo tem permanecido muito semelhante, mas poderemos mudar para melhor de lançamento para lançamento.

Que nomes ou movimentos mais vos influenciaram?
AC/DC, Rose Tattoo, The Angels, Motorhead, Guns n 'Roses, Airbourne, The Poor. Principalmente o rock australiano com o qual crescemos.

Podes contar-nos um pouco da vossa história até agora?
Antes do lançamento de Cop This já tínhamos lançado três EP’s onde tudo correu muito bem. Estivemos em tournée pela Austrália e Nova Zelândia nos últimos anos sem parar e temos tocado em alguns grandes festivais aqui e com bandas como Airbourne, Rose Tattoo, The Angels, Screaming Jets e Hoodoo Gurus.

A respeito desses EP’s, disseste que as coisas correram bem…
Todos os nossos lançamentos anteriores foram vendidos em formato CD (500 cada), o que foi fantástico. E todos eles obtiveram ótimas críticas também.

Existe algum significado especial para o vosso nome, The Deep End?
Na Austrália, temos um ditado: jump into the deep end. Significa que temos sempre uma hipótese, mesmo quando as probabilidades estão contra ti e o astral está em baixo.

Falando agora mais detalhadamente de Cop This, o vosso primeiro longa duração. Como o descreverias?
Cop This é um conjunto de 10 músicas de puro rock n 'roll divertido. Temos músicas sobre beber, mulheres, histórias de tournées e todo o tipo de coisas que são histórias verdadeiras. É um álbum para quem gosta de rock n 'roll da maneira como era costume ser feito, com fortes guitarras, ritmos hooky e letras relacionáveis​​. Não gosto muito dessa porcaria de shoegazing de hoje em dia!

Como foi a vossa evolução desde o vosso primeiro EP até Cop This?
Nós evoluímos através de todos os nossos lançamentos, mas provavelmente o maior passo foi do EP Your Shout para Cop This. Tocamos um pouco com as estruturas das canções e estávamos determinados a ser diferentes embora continuando a praticar rock n 'roll e ser familiar.

Já têm algum vídeo para Cop This?
Sim, já fizemos. Temos vídeos para as músicas Bigger. Better. Badder e para No Time To Rest, que podem facilmente procurar no YouTube! Há também um grande EPK que fizemos com imagens ao vivo e uma pequena entrevista com a banda.

Quando vos poderemos ver pela Europa?
Estamos muito animados para começar a nossa primeira tournée europeia na Espanha no dia 13 de fevereiro de 2014. As datas serão divulgadas no nosso site muito em breve.

Mais uma vez obrigado e dou-te a oportunidade de acrescentar algo mais…

Apenas agradecer e congratular-me por manteres vivo o rock n 'roll!

Sem comentários: