terça-feira, 3 de setembro de 2013

Entrevista: Serpico

Hard rock em finlandês deve dizer-se Serpico! O quinteto arrasa com Shallow Mistress e mostra-se completamente louco nesta entrevista. Irreverentes como sempre deveria ser o Rock’n’roll aqui fica a entrevista com a banda.

Viva pessoal! É um prazer em falar com vocês. Pode apresentar os Serpico aos fãs de metal portugueses?
Somos uma banda de hard-rock de Pori/Finlândia composta por cinco elementos. Estamos contentes de poder ter a vossa atenção!! A nossa banda composta por: Kalle Vee - vocais, Mika "The Machine" Muinonen - guitarra e backing vocals, Kimmo Hautamäki - guitarras e backing vocals, Antti Fager - baixo e backing vocals e Jani Serpico - bateria e backing vocals.

Podem falar um pouco da vossa história até agora?
Os Serpico foram fundados no outono de 2005. Kalle e Mika são únicos membros originais. A primeira mudança de line-up aconteceu quando o nosso baterista Jani encheu as botas do ex-baterista Jaakko. Ao mesmo tempo, as influências musicais foram alteradas numa direção mais apertada. Isso aconteceu em 2008, quando fizemos a nossa 3ª demo e fizemos cerca de 20 shows com esse lineup. Depois de Kimmo ter ingressado nos Serpico era o momento certo para ter um segundo guitarrista para preencher um espaço vazio e trazer o seu carisma irresistível para a banda! Isso aconteceu logo após Jani se ter juntado ao nosso grupo de irmãos! Em 2010 Antti foi arrastado depois de ter saído dos Turo. De lá para cá a banda tem tido a sua bagagem completa de rock n 'roll!

E a respeito do vosso background musical? Que experiências tiveram noutras bandas/projetos?
Cada membro da banda tem um background musical muito vasto em diferentes tipos de bandas! YO!

Shallow Mistress é a vossa estreia. Estão totalmente satisfeitos com o resultado final?
Claro que não é o álbum perfeito, seria arrogante dizer algo parecido. Há sempre mais e melhores escovas de toucador a ser enfiado na máquina de Muikkus... hahhaha! E já estamos de momento a trabalhar no nosso próximo álbum.

Como decorreram as sessões de gravação?
Na realidade, foi tudo muito bem. Gravámos o álbum em dois estúdios diferentes. Alguns dos baixos e guitarras foram registados no estúdio caseiro do Kimmo, em Pori (Finlândia). Os vocais, bateria, percussão, resto de linhas de baixo e cordas foram gravadas nos estúdios Headline em Tampere/Finlândia. Foi uma explosão e muitooooo divertido!! Consumimos montes de cerveja, tivemos muitas ressacas e narizes a sangrar... Mas sim, foi uma grande sessão! Foi um tempo muito emocionante, alegre e criativo, especialmente quando fizemos os arranjos de cordas para nossa balada Cozy. Infelizmente não vimos a sessão quando as cordas foram gravadas.

Como descreveriam Shallow Mistress nas vossas próprias palavras?
Shallow Mistress é sobre algo que parece muito bom visto de fora, mas que tem coisas muito desagradáveis ​​da vida real! A deliciosa maçã procurada é podre por dentro. As melodias são distorcidas, bem como as histórias dentro dela. É um jogo lúdico de bons e maus momentos.

Pelo que pude ver e ouvir, nota-se muita criatividade. Como é o processo de criação das vossas músicas?
Temos dois grandes e talentosos indivíduos na banda chamados Kalle e Mika, que têm o dom de compor grandes canções. Quase todos os arranjos são do lápis de Muikku. Ele é o nosso músico que faz a correia transportadora. Demos um toque mágico final mas músicas com todo o nosso grupo (de macacos Serpico) na sala de ensaios da banda!

Mas deve haver alguns nomes que mais vos influenciaram, não? Quem são eles?
Há tantas bandas boas no mundo que não posso dizer qual deles nos inspirou mais! Poderíamos citar algumas delas... Led Zeppelin, Guns N 'Roses, Hanoi Rocks, Tehosekoitin (banda de rock finlandês), Turbonegro, Queen etc


Já têm algum vídeo promocional para Shallow Mistress?
Está em construção.

E a respeito de aparições ao vivo, como está a vossa agenda para os próximos tempos?
Vão a www.serpicoband.com/gigs e confiram.

Bem, obrigado por esta pequena entrevista! Dava-vos a oportunidade de dizerem mais alguma coisa para os nossos leitores...

Por exemplo... Mika "The Machine" Muinonen quer dizer: as meninas vão!!

Sem comentários: