Review: Life Sentence (Satan)

Life Sentence (Satan)
(2013, Listenable)
(5.7/6)
 
A história dos Satan é sobejamente conhecida de todos. Desde serem uma banda proeminente na NWOBHM até ao seu desaparecimento prematuro e sucessivas reencarnações com diferenciados nomes (Blind Fury e Pariah) por tudo passou este coletivo britânico. Mas agora o que interessa é este seu regresso aos originais e logo com a sua formação original, coisa que não acontecia desde 1987 com o então Suspended Sentence. Caso para dizer que a sentença ficou todos estes anos suspensa para agora se ficar a saber que é uma sentença de vida. De vida e de bom hard ‘n’ heavy. Como nos bons velhos tempos. Se é coisa que os fãs, certamente procuravam neste regresso, era que os Satan não viessem reciclados. E, de facto, não vêm. São NWOBHM, são eighties, são retro. São, enfim aquilo que deles se esperava. Por isso, Life Sentence é um disco de enorme qualidade, com um metal como se fazia há 20/30 anos. Verdadeiro heavy metal. Épico. Genuino. Analisando mais detalhadamente, a primeira metade do disco é soberba. Alternando momentos mais rápidos com outros mais compassados, esta fase inicial (até ao quinto tema, Incantations), é o sonho de todo o verdadeiro fã. O que vem depois prova as tendências algo thrash que a banda já detinha na sua juventude. E isso nota-se particularmente no tema-título. Já o fecho é feito com uma semi-balada, Another Universe. Naturalmente o seus admiradores de sempre têm motivos para exultar e os mais jovens podem conhecer uma das bandas mais importantes da história do metal em excelente forma. Bem, agora só esperamos que com este portento musical debaixo do braço os Satan não voltem a desaparecer mais 30 anos…
 
Tracklist:
1) Time To Die
2) Twenty Twenty Five
3) Cenotaph
4) Siege Mentality
5) Incantations
6) Testimony
7) Tears Of Blood
8) Life Sentence
9) Personal Demons
10) Another Universe
 
Line-up:
Brian Ross – vocais
Steve Ramsey – guitarras
Russ Tippins – guitarras
Graeme English – baixo
Sean Taylor – bateria
 
Internet:
 

Comentários