Review: Live At The Old Mill Tavern, March, 29 1970 (Quicksilver Messenger Service)

Live At The Old Mill Tavern, March, 29 1970 (Quicksilver Messenger Service)
(2013, Purple Pyramid)

Na sequência dos trabalhos históricos que a Purple Pyramid, editora subsidiária da Cleopatra Records, tem vindo a apresentar, surge mais um, desta feita pertencente aos Quicksilver Messenger Service. Trata-se de um registo ao vivo captado há mais de quarenta anos no The Old Mill Tavern, em Mill Valley, Califórnia onde a lendária banda de S. Francisco conhecida pelas suas jams psicadélicas do chamado acid-rock se apresentou com um sexteto renovado (este sexteto tocou junto apenas alguns meses, refere o historiador Dave Thompson, autor das notas incluídas no CD). Este foi um concerto onde a banda tocou alguns temas clássicos mas também inclui temas novos como a abertura Subway e Baby Baby que só viriam a ser incluídas no álbum What About Me desse mesmo ano de 1970; The Truth que só surgiria em Quicksilver de 1971 e Mojo que esteve congelada até 1972 para surgir no álbum Comin’ Thru. Apesar de nunca ter sido uma banda que tenha vendido muitos discos, o seu sucesso, pelo menos com o seu terceiro álbum, Shady Grove, lançado alguns meses antes deste concerto, permitiu-lhes ter tido uma agenda bem preenchida. Dessa agenda fez parte esta apresentação no Old Mill Tavern, cujo concerto foi gravado e apenas agora disponibilizado. Ainda de acordo com Thompson, era ao vivo que os Quicksilver Messenger Service se sentiam bem e, de facto, sente-se todo esse feeling nesta gravação (mesmo sem ser dotada da melhor qualidade, o que é perfeitamente natural) onde a banda se entrega totalmente à execução do seu blues rock cheio de improvisação e psicadelismo. Longas jams com longos solos e excitantes diálogos entre a guitarra e os teclados são o principal ponto desta rodela que ainda é complementada com as duas partes de Blues Jam onde participa com a sua mágica harmónica Jammes Cotton que assim se junta às jams de guitarra e honky tonky para quase vinte minutos (no conjunto das duas partes) de pura improvisação e devaneio instrumental.

Tracklist:
1.      Subway
2.      The Truth
3.      Mona
4.      Baby Baby
5.     Rain
6.      Mojo
7.     Blues Jam #1
8.     Blues Jam #2

Line-up:
Dino Valenti - vocais
Gary Duncan - guitarras
John Cippolina - guitarras
David Freiberg - baixo
Nicky Hopkins - teclados
Greg Elmore – bateria

Internet:


Edição: Purple Pyramid

Comentários