quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Review: Queensrÿche (Queensrÿche)

Queensrÿche (Queensrÿche)
(2013, Century Media)
(4.7/6)

Dois anos depois da meia-desilusão que foi American Soldier, os Queensrÿche estão de regresso aos originais com um novo álbum simplesmente intitulado Queensrÿche! E a principal novidade é mesmo a estreia de Todd La Torre nos vocais. A tarefa de Torre era gigantesca: ter de substituir o lendário e unanimemente considerado como uma das melhores vozes do metal, Geoff Tate. E o melhor elogio que se pode fazer é que se o trabalho homónimo falha… não é por ele. Bem, falhar totalmente não falha, mas que volta a deixar, à semelhança do seu anterior, um ligeiro amargo de boca, isso é verdade. Talvez porque as expetativas no que diz respeito à banda de Seattle sejam sempre muito elevadas. Afinal estamos a falar de uma banda que já vendeu mais de 20 milhões de álbuns no mundo inteiro! Mas neste trabalho homónimo falta aquele click! O álbum é desoladamente curto, os temas são, também eles, estranhamente curtos, o que numa banda que se pode enquadrar no segmento do progressivo é, no mínimo, estranho. Todavia, há, mesmo assim, belos momentos. Não acreditamos que estejam entre os melhores da sua longa carreira, mas estão nos melhores dos últimos anos. Temas que só por eles valerão o álbum e que ficam a anos-luz à frente do que de melhor tinha American Soldier. Falamos essencialmente da fase final do disco, a partir de A World Without não só pela intensidade rítmica, mas também pela musicalidade e emotividade patentes. Mas, claro, manifestamente insuficiente para uma banda com este calibre e este historial.

Tracklist:
1.      X2
2.      Where Dreams Go To Die
3.      Spore
4.      In This Light
5.      Redemption
6.      Vindication
7.    Midnight Lullaby
8.      A World Without
9.      Don't Look Back
10.  Fallout
11.  Open Road

Line-up:
Todd La Torre – vocais
Michael Wilton – guitarras
Eddie  Jackson – baixo
Scott  Rockenfield – bateria, percussão e orquestrações
Parker Lundgren – guitarras
 
Internet:


Edição: Century Media

Sem comentários: