terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Review: Heroikos (Stonecast)

Heroikos (Stonecast)
(2013, Pitch Black Records)
(4.9/6)

Depois de várias demos e um álbum em 2009, Heroikos marca o regresso dos franceses Stonecast às edições discográficas, numa proposta com a assinatura da cipriota Pitch Black Records. O principal motivo de interesse de Heroikos prende-se com a prestação do lendário baterista Rhino (ex-Manowar) que aqui empresta os seus dotes e ajuda na criação de um disco de puro heavy metal épico. Aliás, o termo que melhor descreve Heroikos será mesmo épico! Por vezes próximo de uns Manowar, outras mais próximo de Sacred Steel, as proporções do poder da sonoridade e as doses de adrenalina apresentadas são mais que suficientes para prender os fãs do género. A contrabalançar, embora mantendo a tendência épica, estão algumas passagens acústicas. No entanto, Heroikos é um disco pouco regular, cheio de altos e baixos, e que acaba por se tornar um pouco repetitivo e algo previsível. Vai valendo que os momentos altos acabam por ser em maior número. Agora, também é verdade que nos parece pouco provável que este álbum possa suscitar algum interesse fora dos meandros do seu género.

Tracklist:
1. Jakuta (Cult Of The Bolthrower)
2. The Barbaric Rhyme
3. Elysean Winds
4. Triumph
5. Substance
6. Of Fire And Ice
7. Kings Unborn
8. Gods Of Dust
9. The Place
10. Savage Princes

Line-up:
Franck “Kanon” Ghirardi: vocais
Seb “Cazu” Casula: guitarra ritmo
Bob “Flying” Saliba: guitarra solo
Lionel “Beev” Antonorsi: baixo
Kenny Earl “Rhino”: bateria

Internet:

Sem comentários: