RIP - Malcolm Young (AC/DC) - We Salute You!

Entrevista: Lucid Dreams

Ativos desde 2007, os Lucid Dreams estreiam-se com um forte trabalho homónimo que recebeu excelentes críticas por todo o mundo, Via Nocturna incluída. Este trabalho de estreia mostra-nos uma banda a praticar uma agradável dose de heavy metal/hard rock, com grandes riffs e sempre com o aspeto da melodia a ser considerado. Para conhecer um pouco melhor este novo projeto que junta antigos elementos dos Panama, Trendkiller e Hush, fomos conversas com Thorleif Østmoe.

Viva Thorleif! Obrigado pela tua disponibilidade. Podes começar por apresentar os Lucid Dreams para os metaleiros portugueses?
Lucid Dreams é uma banda de heavy metal/hard rock da Noruega, que lançou o seu primeiro álbum em novembro de 2013. A banda foi fundada em 2007 pelo guitarrista Rune Hagen, o baterista Rune Gutuen e o ex- guitarrista Silvester Pozarnik. O baixista Jan Lyso e o vocalista Henrik Manfredo entraram na banda logo em seguida. Depois de alguns anos de composição, shows e algumas mudanças de formação, a banda encontrou a sua forma existente em 2011, comigo nas teclas, o guitarrista Randy Jefferson e o vocalista Fredrik Sindsen. Com os novos membros vieram novas canções e alguns novos arranjos, e depois, quando as peças finalmente encaixaram no seu devido lugar chegou a altura de começar a gravar o álbum.

Portanto, Lucid Dreams é a vossa estreia. Como a descreverias? Quais as principais influências da banda e para este álbum em particular?
A música no álbum Lucid Dreams pode ser descrita como algo entre heavy metal e hard rock, com algumas influências de power metal e também alguns elementos de prog. Era importante para nós que as faixas tivessem quer riffs quer melodias fortes. Ao mesmo tempo, trabalhamos nos detalhes dos arranjos tentando fazer com que cada canção se tornasse tão interessante quanto possível. O álbum é representativo da música que gostamos e mesmo considerando que os membros têm gosto diferentes, pode ouvir-se influências de bandas de metal clássico do passado, como Whitesnake, Malmsteen, Iron Maiden ou David Lee Roth, ou Metallica ou Pretty Maids, apenas para citar alguns.

Tiveram algumas outras experiências antes dos Lucid Dreams?
Sim, os membros têm experiência de um monte de bandas diferentes no passado. Panama, Trendkiller e Hush têm todos discos editados no passado e são bem conhecidos, pelo menos na Noruega. Panama, a banda do baterista Rune Hagen teve há uns anos atrás canção um hit chamado Keep On Loving You e a banda chegou a fazer uma tournée com entre outros, os suecos Europe.

Como decorreu o processo de gravação?
As faixas foram gravadas principalmente no nosso próprio estúdio de gravação, em Oslo. O guitarrista Rune Gutuen esteve no comando do processo e também produziu o álbum. A mistura final foi feita por Tommy Hansen nos Jailhouse Studio, em Horsens, na Dinamarca. Tommy é famoso pelo seu trabalho com bandas como Helloween, TNT, Jorn e Pretty Maids e nós gostávamos de ter o seu som nesta gravação. Passamos uma semana na Dinamarca, com Tommy, e foi um tempo fantástico lá!

Os primeiros comentários têm sido excelentes. Sinceramente estavam à espera?
É sempre difícil ser objetivo quando trabalhas em algo durante muito tempo. Sentimos que tínhamos feito o nosso melhor e que tínhamos gravado algumas faixas fortes. Os comentários em geral têm sido muito bons, e sim, temos que dizer que às vezes até mais do que esperávamos.

E a posição número 19 no Heavy Metal Time Machine’s 2013 top 55. Grande pontuação...
Sim, é fantástico para um álbum de estreia. A receção foi fantástica e estamos gratos por todo o apoio. É muito inspirador para nós como banda e esperamos usar essa inspiração para subir ainda mais o nível para nosso próximo álbum.

Daisy Dukes foi o primeiro vídeo retirado do álbum. Porque a escolha desse tema em particular?
A canção é cativante, com um refrão que é fácil de lembrar, e percebemos ao vivo que também é um dos favoritos do público. É, provavelmente, o tema mais comercial do álbum e sentimos que seria uma boa música para apresentar a banda para novos ouvintes.

Como foi essa experiência de filmarem o vídeo?
Filmamos alguns espetáculos e também usamos alguns clipes de estrada, nos bastidores e em estúdio. A canção fala de correr atrás de raparigas bonitas no verão por isso o vídeo não deve ser levado muito a sério. Achamos que é porreiro porque o vídeo aborda alguns aspetos da gravação e também apresenta a banda ao vivo.

O que é o Rock The Boat e o que é que os fãs podem fazer para votar em vocês?
Rock The Boat é um evento onde os metalheads da Noruega vão num cruzeiro marítimo entre a Noruega e a Dinamarca. Há festa e bandas ao vivo. É como um festival flutuante que tem a duração de um fim de semana. Podem votar na vossa banda favorita, como Lucid Dreams aqui. Acho que tens da fazer like na página antes de votar.

Já têm alguma tournée planeada?
Estamos agora no processo de marcações, principalmente na Noruega, para o primeiro semestre de 2014. Também estamos a ponderar a possibilidade de irmos pela Europa, mas, de momento, nada está confirmado. Por sinal, gostaríamos muito de ir a Portugal fazer alguns shows!

Mais uma vez obrigado! Queres acrescentar mais alguma coisa que não tenha sido abordado nesta entrevista?
Obrigado! É ótimo podermos alcançar os fãs de metal de Portugal! Esperamos que vocês reservem um tempo para ouvir o nosso álbum e espero que gostem! Rock On e não hesitem em entrar em contato no Facebook

Comentários