quinta-feira, 27 de março de 2014

Review: Shine (Indica)

Shine (Indica)
(2014, Nuclear Blast Records)
(5.3/6)

Desde há muito tempo que o coletivo feminino Indica é bem conhecido no seu país de origem, a Finlândia. Em 2010 juntaram forças à Nuclear Blast e passaram a cantar em inglês. Quatro anos depois, o segundo trabalho para a gigante alemã, de novo em inglês (se bem que com uma edição especial cantada em finlandês estará disponível no país dos mil lagos). A banda segue o seu percurso de forma coerente e sem grandes sobressaltos. Pop dos anos 80 a lembrar as Bangles cruzado com rock com alguns contornos sinfónicos (belos arranjos de cordas em alguns momentos), num conjunto de temas calmos, com o piano e guitarras acústicas muito presentes e sempre com forte enfase na componente melódica e com vocalizações doces e suaves. Mountain Made Of Stone é uma perfeita abertura para este disco feito de canções belas. Porque tem tudo: coros, cordas, melodias, reação rockeira. Logo a seguir, Uncovered apresenta interessantes linhas de piano e crescendos bem conseguidos. O primeiro momento com tendências pop surge na orquestral em registo acústico A Definitive Maybe que dá passagem para Goodbye To Berlin, um delicioso momento de pop eighties, como acontecerá de novo em A Kid In The Playground. O fecho faz-se com uma melodia de embalar, War Child, uma canção emotiva e simplesmente fascinante com o ensemble de cordas a criar os ambientes perfeitos. Belo será o adjetivo que melhor se aplica a esta nova proposta das meninas finlandesas. E, na grande maioria das vezes, com maior riqueza estrutural do que as primeiras audições deixam antever.  

Tracklist:
1. Mountain Made Of Stone
2. Uncovered
3. A Definite Maybe
4. Goodbye To Berlin
5. Run Run
6. Here And Now
7. Missing
8. Hush Now Baby
9. Behind The Walls
10. A Kid In The Playground
11. War Child

Line-up:
Jonsu – vocais, violin e guitarras
Heini – baixo e vocais
Sirkku – teclados e vocais
Jenny – guitarras e vocais
Laura - bateria

Internet:

Sem comentários: