terça-feira, 22 de abril de 2014

Review: Into The Maelstrom (Bigelf)

Into The Maelstrom (Bigelf)
(2014, InsideOut Music)
(4.9/6)

Quando uma banda tem o impacto que tem com um álbum, como aconteceu com os Bigelf e Cheat The Gallows em 2010, é inevitável que toda a gente coloque a fasquia bem alta para os momentos seguintes. Mas, depois desse marco histórico da banda de Los Angeles e do heavy metal apenas veio… silêncio. No entanto, algo está prestes a mudar: o novo trabalho dos Bigelf, comandados pelo excêntrico Damon Fox está aí com a assinatura da InsideOut. Chama-se Into The Maelstrom e está de regresso a superior capacidade de cruzar prog, melodic rock e doom, de uma forma viciantemente retro e descaradamente vintage. Depois dos problemas vividos no pós-Cheat The Gallows, Fox foi socorrido por Mike Portnoy, com quem os Bigelf andaram em tournée em 2010, ainda com o mago da bateria nos Dream Theater, mas também em pré-saída. Bem, com tantos problemas, Fox teve que fazer todo o trabalho de criação, por isso, este Into The Maelstrom pode ser considerado como o mais pessoal álbum do coletivo até á data. Com a necessidade de recrutar novos elementos (com exceção do resistente baixista Duffy Snowhill), ficou, desde cedo claro, que Portnoy também participaria. E acaba até por ser interessante ver como o baterista se adapta perfeitamente a tocar num álbum onde tem que ser menos pirotécnico e expansivo, tendo de colocar mais feeling e emotividade. Falando de Into The Maelstrom, sempre diremos que os anos 70 voltam a ser a marca dominante. Quer na sonoridade, quer na captação sonora, com os teclados analógicos a marcar a sua presença e muito psicadelismo. O som sujo, as guitarras Sabbathianas e o timbre vocal de Damon Fox também ajudam muito na criação desses cenários retro. O tema de abertura, o sensacional Incredible Time Machine resume tudo isso na perfeição. E embora ligeiramente diferente de Cheat The Gallows, mantém toda a energia característica do coletivo e, definitivamente, soa a Bigelf.

Tracklist:
01. Incredible Time Machine
02. Hypersleep
03. Already Gone
04. Alien Frequency
05. The Professor & The Madman
06. Mr. Harry McQuhae
07. Vertigod
08. Control Freak
09. High
10. Edge Of Oblivion
11. Theater Of Dreams
12. ITM
      I. Destination Unknown
      II. Harbinger Of Death  
      III. Memories 

Line-up:
Damon Fox: vocais, teclados, guitarras
Luis Maldonado: vocais, guitarras
Duffy Snowhill: baixo
Mike Portnoy: bateria

Internet:

Edição: InsideOut Music

Sem comentários: