quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Review: Rainbow 1977 (Steve Hillage)

Rainbow 1977 (Steve Hillage)
(2014, Gonzo Multimedia )
(5.3/6)

Steve Hillage é um dos mais idiossincráticos e facilmente reconhecíveis guitarristas da atualidade. Desde sempre associado à Canterbury Scene (estudou na Universidade de Kent), tem arquitetado os seus trabalhos experimentais e psicadélicos desde os anos 60. E se em nome individual tem sido amplamente aplaudido, também em grupo se tem destacado, não só pela sua presença nos lendários Gong, como mais recentemente nos Khan, System 7, Mirror System e The Steve Hillage Band, com os últimos três nomes a operar em paralelo. Atenta a este nome, a britânica Gonzo Multimedia tem ciclicamente lançado trabalhos do guitarrista londrino, sendo de referenciar um em cada um dos últimos anos – Gong Unconvention – Amsterdam 2006 (em 2012), Live In England 1979 (em 2013) e agora mais um trabalho ao vivo gravado no ano de 1977 no mítico Rainbow. Alguns destes temas já havia aparecido nos lançamentos anteriores – embora Hillage tenha a capacidade de sistematicamente os ir apresentando de forma ligeiramente diferente -  mas também por aqui há material não presente nos anteriores lançamentos. E há principalmente uma boa captação sonora e um conjunto de temas onde toda a qualidade de Hillage é escancarada e misturada com toda uma áurea psicadélica, muito por cortesia da sua companheira de sempre Miquette Giraudy. Um disco que, sem dúvida, ainda hoje soa de tal forma fresco, que nem parece uma gravação com quase 40 anos. É mais um documento histórico para os fãs do guitarrista e para os fãs do rock progressivo.

Tracklist:
1.      Octave Doctors
2.      It’s All Too Much
3.      Light In The Sky
4.      Radio
5.      Electric Gypsies
6.      The Salmon Song
7.      Solar Musick Suite (Part 29
8.      Motivation
9.      Saucer Surfing
10.  Searching For The Spark
11.  Hurdy Gurdy Man

Line-up:
Steve Hillage – guitarras, vocais
Miquette Giraudy – teclados, sintetizadores, vocais
Joe Blocker – bateria
Curtis Robertson – baixo

Internet:

Edição: Gonzo Multimedia

Sem comentários: