News

Notícias da semana – 18 de maio de 2019


Os Rammstein acabam de lançar o seu muito aguardado sétimo álbum, homónimo, disponível a partir de ontem nas lojas e nas plataformas digitais. Composto por onze novos temas, Rammstein, o álbum, inclui o tema Zeig Dich e os singles Radio e Deutschland. O novo disco é o primeiro álbum dos alemães em dez anos, desde Liebe Ist Für Alle Da, de 2009. Até à data, os dois vídeos já conquistaram mais de 100 milhões de streams e visualizações combinadas. O novo álbum é produzido por Olsen Involtini com os Rammstein.


Já rejubilam os muitos fãs dos Magma em todo o mundo. Aquela que é mais famosa banda de prog rock francesa vai lançar um novo álbum. Chama-se Zëss e tem lançamento a 28 de junho. O CD já está disponível para pre-orders e é composto por um deluxe CD book com 40 páginas.



As lendas do southern rock Black Oak Arkansas estão de regresso com um novo álbum intitulado Underdog Heroes, aquele que é o primeiro longa-duração apenas com originais em mais de 30 anos. Os membros fundadores Jim Mangrum (vocais) e Rickie Lee Reynolds (guitarras) conseguiram manter intacto os espirito da banda que assim assina um álbum essencial no seu lendário catálogo. Underdog Heroes fica, também, marcado por conter uma gravação especial do virtuoso guitarrista Shawn Lane, falecido em 2003. A edição está a cargo da Purple Pyramid Records.


Os Aetherna são uma banda italiana de Roma que pratica um heavy metal a variar entre o gothic metal e o hard rock, tendo como ponto forte a poderosa voz de Germana Noage. Em janeiro de 2018 entraram em estúdio para começar a gravar o seu álbum de estreia Darkness Land que tem edição agendada para setembro deste ano via Elevate Records, sendo que o lyric vídeo de avanço, Sounds From Nowhere, será disponibilizado a partir do início de junho.


A Pure Steel Records anunciou a data de 14 de junho para o lançamento do álbum Frevel dos Mayfair, banda austríaca de avantgard rock. Frevel é o sexto álbum da banda que conta com uma carreira de 30 anos e traz a novidade de finalmente ser usada a língua alemã.
Black Night In My Chair é o single oficial retirado de Without Looking Back, novo álbum dos lendários Kat. Este pode ser ouvido no seu Soundcloud.


José Lopes, é um jovem artista de 28 anos que começou a tocar aos 16 anos. Sempre sonhou em ser um músico profissional, e realiza agora este sonho com o lançamento do single Pelas Sombras. Este tema presta homenagem a duas pessoas importantes na vida do artista, a sua mãe e a dona Maria João, que já faleceram. O single Pelas Sombras, foi lançado a 15 deste mês, com assinatura da Music For All e é o reflexo das influências de pop acústico.



My Own Creations é o novo álbum dos As I May e tem lançamento previsto para 26 de julho via Rockshots Records (dois dias antes no Japão através da Spiritual Beast). Os As I May são uma banda finlandês de modern metal com incursões pelo metalcore e My Own Creations é o segundo registo, sucedendo a Speak No Evil (2017). O primeiro single, Pride Goes Before A Fall já circula por aí.




Notícias da semana – 11 de maio de 2019


O contrabaixista e compositor André Carvalho, natural de Lisboa mas residente em Nova Iorque desde 2014, tem o orgulho de apresentar o seu terceiro álbum como líder, The Garden Of Earthly Delights, com lançamento a 17 de maio de 2019. The Garden of Earthly Delights conta com a participação de famosos músicos internacionais como Jeremy Powell, Eitan Gofman, Oskar Stenmark, André Matos e Rodrigo Recabarren. Os seus dois primeiros álbuns, Hajime e Memória de Amiba, mostraram uma música com uma visão extremamente pessoal, apresentando uma mistura original de Jazz contemporâneo com elementos de música portuguesa. Ambos os projetos receberam rasgados elogios tanto de críticos Portugueses como internacionais.


Perguntei ao Tempo assinala o 25.º aniversário de carreira de Sebastião Antunes & Quadrilha. Este álbum reinterpreta alguns dos temas mais emblemáticos do grupo, assim como apresenta alguns originais. Manter o retrato fiel dos primeiros tempos, acrescentando-lhe a modernidade para a qual o tempo nos vai levando é o objetivo deste trabalho. O disco conta com a participação de vários convidados que foram verdadeiramente importantes nesta história: Tim, João Pedro Pais, Viviane, Ana Laíns, Carlos Moisés, Rubi Machado, Rão Kyao e Mário Delgado.


A convite da Lusitanian Music PublishingHélder Bruno estará na Polónia de 11 a 16 de maio, na cidade de Cracóvia, a participar no SyncCamp for composers, evento que reúne compositores de todo o mundo, inserido no Festiwal Muzyki Filmowej wKrakowie. Com Hélder Bruno segue também o músico convidado, O Gajo.


Os Black Dreams lançam, a 16 de maio, o seu novo single com dois temas. As duas faixas foram gravadas e misturadas por Mikko Herranen e mostram as duas faces da mesma moeda. Under My Skin é direta e catchy, com uma pop appeal introduzida no metal. Já We Love Dead People é mais lenta e pesada. A edição é da Inverse Records.


Os Ainur assinaram pela Rockshots Records. A banda de prog rock italiana inspira-se em J. R. R. Tolkien e, após cerca de uma década, tem um inovador e majestoso projeto a apresentar no final deste ano. Podem tentar perceber o que é a partir deste curto trailer


Uivo Bastardo é o culminar de uma ideia que ganhou expressão em 2017 quando Hélder Raposo (vocais) e André Louro (teclados/programações) formaram os Kronos e, depois se lhes juntou o baterista David Jerónimo (Concealment). A sua estreia que mistura industrial, gothic, doom e death chama-se Clepsydra e tem lançamento a 13 de maio pela Ethereal Sound Works.


Rão Kyao apresenta Sopro de Vida, recital de música litúrgica de autores Portugueses, como Padre Manuel Faria, Padre José Pedro Martins, Padre Cartageno, entre outros. O repertório apresentado ao vivo é dedicado a Nossa Senhora, padroeira de Portugal. Melodias que nos tocam pela sua simplicidade, através de uma flauta de bambu e acompanhado pelo órgão de Renato Silva Júnior. Este recital consiste na versão instrumental de um conjunto de cânticos marianos e que transmitem uma mensagem de fé, esperança e amor. Por outro lado, dia 10 de outubro, o músico actuará no Panteão Nacional.


Pela Massacre Records assinaram os Izengard, banda britânica de symphonic/classic rock.Todos os membros dos Izengard (o vocalista Ian Ainsworth, o guitarista Den Tietze, o teclista Alison Fowler-Tietze, o baixista Russ Vaughan e o baterista Gary Reece) são músicos experientes que já estiveram envolvidos em diversos projetos. A banda já está em processo de escrita de um novo álbum, mas o trabalho Angel Heart apenas será lançado no final do ano.



O coletivo polaco de rock/metal Arshenic é a mais recente quisição da Sliptrick Records. A música da banda inspira-se no art rock, alternative metal, progressive rock, goth metal, melodic metal e dark rock. Pode parecer demasiada mistura, mas percebe-se com a carismática postura da vocalista Ofilia, com diferentes tipos de abordagem, bem como com a sucessiva mudança entre guitarras limpas e com distorção. Podem provar tudo isso no próximo álbum Final Collision nas lojas a 20 de agosto.




Notícias da semana – 04 de maio de 2019




O álbum Without Looking Back dos polacos Kat terá uma edição limitada a 300 cópias em duplo vinil. A edição acontece a 12 de julho pela Pure Steel Records. Também o álbum Eye On The Sky dos Stargazery será alvo do mesmo tratamento, sendo que a edição está prevista para 14 de junho. Esta edição em vinil trará um tema adicional.


Os detalhes da banda sonora mais aguardada deste ano, o musical épico de Elton John Rocketman: Music From The Motion Picture, já foram anunciados. No disco, o célebre produtor e compositor Giles Martin reinterpreta e recria os êxitos icónicos de Elton, adaptando a música especificamente para apoiar a narrativa do filme, que conta com a incrível interpretação do ator Taron Egerton. A primeira amostra do álbum foi revelada esta semana no programa Zane Lowe’s World Record na Beats 1 da Apple Music. O disco inclui, ainda um tema inédito do cantor (I’m Gonna) Love Me Again. A audição stream pode ser feita aqui.


Da equipa responsável pelo aclamado documentário The Beatles: Eight Days a Week, chega agora Pavarotti, um olhar convincente sobre a vida de um ícone que trouxe a ópera para o grande público. O realizador oscarizado Ron Howard dá ao público um lugar na primeira fila para uma exploração da Voz... do Homem... da Lenda. Luciano Pavarotti dedicou a sua vida à música e deu uma voz ao mundo. Este acontecimento cinematográfico da CBS Films Imagine Entertainment e da White Horse Pictures revela atuações históricas e entrevistas íntimas, incluindo imagens inéditas e tecnologia de ponta da Dolby Atmos. No âmbito das celebrações do 90.º aniversário da Decca, esta editora histórica lança no dia 7 de junho a banda sonora do filme, continuando assim o legado musical de Pavarotti e celebrando a sua vida extraordinária. Vejam o trailer aqui.


A banda de metal moderno progressivo, Ivory Tower, assinou com a Massacre Records. O próximo álbum intitulado Stronger - a lançar no final deste ano – conterá 12 temas de prower metal progressivo, cobrindo desde o tradicional até ao moderno. A banda existe desde 1996 e já tem no seu curriculum 4 álbuns de originais, tendo compartilhado palcos com bandas como Motörhead, Edguy, Fates Warning, Doro, Korpiklaani, Pyramaze, Candlemass ou Girlschool.


Tendo como ponto central o épico com mais de 18 minutos de nome 42, os Izz regressam aos discos de originais com Don’t Panic, com lançamento a 21 de maio. O nono álbum dos novaiorquinos revela uma banda com uma nova energia assumindo-se como dos mais brilhantes discos do prog rock americano. Como prova há temas como Age Of Stars, o instrumental Moment Of Inertia e o exímio uso da guitarra clássica em Six String Theory.


Chama-se New Birth Guerrilla e é o novo álbum de Tsunamiz. O músico e produtor português de 33 anos lançou dia 1 de maio o seu terceiro trabalho de originais que conta com a participação de alguns artistas convidados, tais como: Priscilla Devesa (ex-Anarchicks e ex-Press Play), o projeto de João Meliço (Dark Is the Sky Above) e os rappers Mr. Og, Bizzy 26, Thug WSP e Mobutu. Segundo Tsunamiz, este novo álbum: “... é um tributo ao hardcore e hip-hop da margem sul, com os quais cresci, misturados com uma veia eletrónica que não conhece barreiras nem preconceitos musicais”. New Birth Guerrilla encontra-se disponível em todas a plataformas digitais.


O novo single da União das Tribos intitulado Livre foi apresentado na semana passada. Livre fala-nos da liberdade de vivermos com quem amamos mesmo que essa pessoa não esteja presente e conta com a participação de Manuel Paulo (Ala dos Namorados) no Hammond e Fender Rhodes e da dupla Patrícias nos coros. Este single é a segunda amostra do novo disco da banda a ser editado em 2019. A União das Tribos é a junção de vários músicos, envolvidos em outros projetos musicais e com longa carreira artística: António Côrte-Real (UHF e Revolta); Marco Cesário (Braindead, Ritual Tejo, Ala dos Namorados) e Mauro Carmo (Red Lizzard). 



Os gregos Rhodium são a mais recente contratação da Sliptrick Records. Formados em 2017 por Lucas Wolv Antoniou, os Rhodium apresentam-se como sendo uma banda de heavy/power/progressive metal. O álbum de estreia foi lançado em junho do ano passado e intitula-se Scream Into The Void.




Notícias da semana – 27 de abril de 2019



Depois de alguns anos em silêncio, aí está o segundo álbum lançado durante a chamada reunion era dos Lucifer’s Friend. O aclamado álbum de 2016, Too Late To Hate foi o disco pelo qual os fãs sempre ansiaram. Agora é a vez de um novo disco – Black Moon – com os membros fundadores Peter Hesslein, Dieter Horns e John Lawton e com o baterista Stephan Eggert. São dez faixas todas compostas pela dupla Hesslein/Lawton, com o primeiro a tocar teclados, para além da guitarra. Dois convidados surgem neste álbum: Chuck Findley faz um solo de trompete na faixa título e Stefan Pintev tem um solo de violino em Freedom.


Menos de dois anos depois de Karma Obscure, o virtuoso baixista francês Shob está de regresso com um novo disco intitulado Solide. São 11 faixas com coloração afropunk, melodias hip hop com riffs heavy e até sonoridades electro/80’s. Tudo envolto no sensacional trabalho de baixo de Shob e no preciso desempenho de bateria de Morgan Berthet (Myrath, Eths, Kadinja). As guitarras rock e funk são tocadas por dois novos elementos: Johary Rakotondramasy e Jean Lou Siaut. E apenas duas faixas são cantadas – Solide por Célia Marissal e Totem por Lyne & Hugo Senbei.


Os senhores dos riffs, como são conhecidos os suecos Grand Magus, estão de regresso aos discos com Wolf God. Este é mais um disco dos suecos – o nono de estúdio - que se ergue majestosamente sobre a cena heavy metal e deixa as guitarras falarem por elas próprias. A edição está a cargo da Nuclear Blast, editora que também se prepara para reeditar dois dos maiores clássicos de sempre dos Helloween: o lendário duplo álbum Keeper Of The Seven Keys: The Legacy (original de 2005, onde se incluem os singles Mrs. God e Light The Universe com Candice Night) e Gambling With The Devil (original de 2007, com os singles As Long As I Fall e Find My Freedom).


O quinto álbum da banda norueguesa Pristine chama-se Road Back To Ruin e marca um assinalável ponto evolutivo na carreira da banda de Heidi Solheim, pela difersificação do seu som. Mas, mesmo levando em linha de conta essa diversificação, Road Back To Ruin, mantém o tão caraterístico DNA dos Pristine. A edição está a cargo da Nuclear Blast Records.


Poucos meses depois do seu nascimento, os suíços Souvarof lançam, oficialmente, o seu EP de estreia homónimo, em formato digital, no seu bandcamp e nas principais plataformas. Destinado a fãs de Arctic Monkeys, Audioslave, Foo Fighters e Royal Blood, os Souvarof destilam um rock orgânico, enérgico, alimentado por uma secção rítima poderosa e guitarras selvagens. 


Os Akku Quintet foram fundados pelo baterista e compositor Manuel Pasquinelli, eventualmente mais conhecido pelo seu trabalho com os post-rockers minimalista suíços Sonar. A sua escrita com uma dimensão cinematográfica traz momentos de drama intenso, dispensa um jazz groove minimalista de grande efeito. O novo álbum, já o quarto dos Akku Quintet chama-se Depart e tem edição a cargo da 7D Media a 17 de maio.



Nomes incontornáveis do metal progressivo, com desempenhos em bandas como Warlord, Shadow Gallery, Amaran’s Plight e Fates Warning, o guitarrista Gary Wehrkamp e o baterista Mark Zonder exploram novas sonoridades no seu novo projeto Zonder/Wehrkamo, também conhecido como ZW Band. A colaboração entre os dois músicos resultou no álbum If It’s Real, uma proposta tremendamente emocional e uma aproximação etérea e filosófica ao hard rock progressivo.




Notícias da semana – 20 de abril de 2019



A Pure Steel Records anunciou a data de lançamento do novo álbum dos polacos Kat Without Looking Back. Será a 14 de junho, sendo que as pre-orders começam a 31 de maio no site da editora. A respeito dos Kat, refira-se que a Metal Hammer britânica acaba de considerar o seu álbum de 1986, Metal And Hell, como um dos melhores 40 álbuns de black metal da história. Quanto aos Leather, a banda lança Shock Waves: 30 Years Heavy a 28 de junho, numa edição limitada a 300 cópias em vinil.


Os Sacred Sin são um dos nomes nacionais mais importantes da cena death metal e o seu álbum de 1995 Eye M God é um dos melhores exemplos do poder e técnica da banda, providenciando doses letais de agressividade metaleira e atmosferas místicas criadas pelos teclados. Há muito aguardada, a sua reedição en formato vinil acontece agora através do selo Lusitanian Music.


Taifa é o primeiro single do novo álbum dos Loosense intitulado Saloon, com lançamento previsto para setembro. A música, composta pelo baixista da banda João Completo, apresenta várias influências de diferentes estilos musicais sendo, por isso Taifa, o tema que melhor representa a essência de todo o disco. O nome refere-se a um dos espaços de eleição da banda, ao mítico bar de Setúbal Taifa, onde já atuaram diversas vezes. Com uma forte secção rítmica caraterizada pelos grooves do Funk, Latin, Hip-Hop, e ideias melódicas e harmónicas vindas do mundo do Jazz, Gospel e Soul, tudo culmina em vários momentos de improvisação que exploram a criatividade de cada músico.


Angel é o nome do projeto a solo de Helena Iren Michaelsen que já tem pronto o single digital Angel Maria, via Massacre Records. Esta é uma canção muito pessoal dedicada à sua filha. Entretanto, Helena continua a trabalhar no próximo álbum de Angel que se chamará A Woman’s Diary – Chapter II


A Phantom Recordings lançou a 12 de abril uma caixa com seis CD’s, como forma de celebrar o 30.º aniversário do projeto Protocol de Simon Phillips. Esta caixa inclui os primeiros quatro álbuns (I, II, III e IV) remasterizados e mais dois CD’s com material de demo nunca antes disponibilizado, material esse que, em alguns casos, são formas embrionárias dos temas presentes nos álbuns. Relembre-se que Protocol 4 foi nomeado para um Grammy em 2018 na categoria de Best Contemporary Instrumental Recording.


Os misteriosos black metallers nacionais Voëmmr disponibilizaram, na íntegra, o seu álbum para audição streamimg. O ovnh intot adr mordrb, tem lançamento agendado para 31 de maio pela Harvest Of Death, mas já pode ser ouvido aqui. Os Voëmmr fazem parte do clandestino Aldebaran Circle que também inclui os Ordem SatânicaTrono Além Morte e Occelenbriig


Estamos na Páscoa e é caso para dizer que o Padre está de volta! Falamos dos Midnight Priest que estão de regresso aos discos, cinco anos após Midnight Steel. A banda, onde toca o nosso conterrâneo War Tank na bateria, lança a 26 de abril Aggressive Hauntings pela Metal On Metal Records, o novo trabalho composto por nove novas canções e com capa a cargo de Jowita Kaminska-Peruzzi.



Entre 2013 e 2017 o guitarrista David T. Chastain, com Leather Leone nos vocais, lançou cinco álbuns. 1319 é o lançamento que, agora, recupera temas desses discos e os apresenta com novos arranjos. Uma mudança que os torna mais listener friendly, na opinião do guitarrista americano. Como prenda para os fãs, 1319 inclui The First Attack, um tema nunca antes lançado, apesar de ter sido gravado durante as sessões de Surrender To No One.




Notícias da semana – 13 de abril de 2019



Trinta anos depois do seu último álbum de originais em nome próprio, Lena d’Água está de volta aos discos e, na passada quinta-feira, começou por levantar a ponta do véu deste novo trabalho, com o single Grande Festa, o melhor cartão-de-visita do que aí vem. O novo álbum intitula-se Desalmadamente e todas as letras e músicas são da autoria de Pedro da Silva Martins (Deolinda, Ana Moura, António Zambujo, Cristina Branco, Sérgio Godinho), com arranjos de João Correia, António Vasconcelos Dias, Sérgio Nascimento, Mariana Ricardo, Francisca Cortesão e Benjamim, com a produção destes quatro últimos.


Praticantes de heavy/melodic power/thrash metal (num mix de Judas Priest e Exodus) e oriundos da Bélgica, os Eternal Breath são a mais recente contratação da Sliptrick Records. A banda nasceu em 1996, mas o primeiro álbum, The Joker, só surgiu em 2006, de forma independente. World Of Chaos é o segundo trabalho, com lançamento pela editora italiana, onde os belgas apresentam 11 temas completamente novos.


É já no próximo dia 5 de maio que o Coliseu de Lisboa vai receber aquele que promete ser um dos mais emblemáticos espetáculos de canto lírico em Portugal – a Ópera Spectacular uma produção que inclui seis vozes líricas extraordinárias e a excelência da Banda Sinfónica da PSP. A surpresa deste espetáculo reside na apresentação e qualidade a todos os níveis assim como aposta na diversidade de repertório que abrange não só árias de Ópera, Zarzuelas, como canções de vários estilos: Napolitanas, Mexicanas, Broadway, entre outros. Este ano a Ópera Spectacular faz um convite ao Fado para se unir ao canto lírico assim como a homenagem à grande Montserrat Caballé com convidadas especiais, prometendo uma abertura inédita e grandiosa com coro e orquestra. Um dos segredos que foi guardado até agora será um dueto com a convidada especial, a grande Diva Internacional Elisabete Matos, que se vai juntar ao estilo musical pop, na voz de Bruno Correia, o cantor que venceu o concurso Rising Star. O Coliseu do Porto recebe o espetáculo a 16 de junho.


A Pure Steel Records anunciou a data de 7 de junho para o lançamento do terceiro álbum dos Lower 13, Restore The Order. Quanto à banda de US metal Sleeplord, lançou no Soundcloud o single The Hammer, tema a incluir no seu disco de estreia Levels Of Perception, nas lojas a 31 de maio, via Pure Steel Records


Os suíços Sonar, conhecidos pela sua abordagem desafiadora e emocional ao rock instrumental, sempre em formas pouco convencionais têm no seu aclamado quarto álbum Vortex (RareNoiseRecords) a adição de uma vertente inesperada: a forma expressiva, emotiva e profunda de tocar do guitarrista americano David Torn. Para o lançamento em vinil deste álbum, o baixista Bill Laswell também adicionou as suas linhas de baixo bem como alguma eletrónica. Vortex está disponível desde ontem.


Unicorn é o novo single dos Satan Takes A Holiday. Este successor de A New Sensation, single anterior, foi lançado pela Despotz Records no passado dia 5 de abril. Ambos os singles fazem parte do próximo álbum, um disco que contará com as colaborações de Patric Berger, Royal Blood, Tess De La Cour e Exit Electric. A tournée europeia será com os Backyard Babies, Thundermother e Audrey Horne, durante esta primavera.



A Esoteric Recordings anunciou a reedição de uma caixa deluxe com quatro discos (3 CD’s e um DVD) do lendário álbum de 1975 dos Futurama, Be-Bop Deluxe. Este foi o segundo disco dos Futurama, contava com Bill Nelson, Charlie Tumahai e Simon Fox e foi produzido por Roy Thomas Baker, na altura a trabalhar com os Queen.




Notícias da semana – 06 de abril de 2019



Juntos Rick Wakeman, Jeff Wayne e Kevin Peek, lançam Beyond The Planets em edição limitada a 100 unidades em vinil, numeradas à mão. Beyond The Planets é, basicamente, a performance de The Planets dos Holst num contexto rock. A música é executada dramaticamente e plena de fé, com Peek a usar diversos sons de guitarra de acordo com o feeling do tema. A data estimada de lançamento é julho deste ano.


Pile Of Nothing é o segundo single reitado do álbum Head Without Eyes de Per Wilberg. O álbum do artista saiu a 5 de abril com o selo Despotz Records. Per Wiberg é conhecido pelo seu desempenho como multi-istrumentista em coletivos como Opeth, Spiritual Beggars, Candlemass (os mais conhecidos), mas também em outros menos mediáticos como Clutch/Bakerton Group, Switchblade e Kamchatka. Head Without Eyes é uma amálgama de ganchos catchy e melodias memoráveis assentes sobre a exploração das facetas mais experimentais do rock


Oriundos do Porto, os Nihility defendem a doutrina do niilismo, não só no seu blackened death metal, mas inclusive nas suas vidas. Sem comprometer a excelência e a selvajaria, os portuenses trabalharam no seu álbum de estreia Thus Spoke The Antichrist. Altamente sinistro, esta estreia traz um conjunto de malhas que preservam quer as raízes old-school quer a mestria técnica. O primeiro vídeo está disponível e é Indulge Self Restraint.


Evil Within, o single official do álbum com o mesmo nome dos americanos Ruthless, já foi publicado. O álbum tem edição pela Pure Steel Records a 3 de maio em CD e 31 de maio em vinil. Os lendários Picture anunciaram detalhes do seu próximo álbum de originais. Aquele que terá como título Wings também terá edição pela Pure Steel Records e já está gravado, estando, agora a decorrer a fase de misturas.


Os Crimson Reing, banda de Arizona, acaba de assinar pela Alpha Omega Management. A banda lançou o seu primeiro álbum, The Calling, em 2013, esteve presente nos maiores festivais, compartilhou palco com os maiores nomes e agora está a preparar o seu segundo álbum que deverá ser lançado este ano. E prevêm-se algumas alterações com um som mais pesado e a incorporação de novos elementos. O single de avanço e vídeo, The Darker Side Of Life, tem sido bastante elogiado pelos fãs.


É já na próxima semana que os Bom Marido lançam novo single, Moça e álbum Pêra Doce, numa edição da Infected Records. Os Bom Marido são uma banda de rock alternativo com canções no seu formato mais tradicional, banhadas em pop. Pêra Doce foi gravado e misturado por Makoto Yagyu nos estúdios Haus, em Lisboa e sucede aos EP’s Sigo o Caminho Mais Calmo e Canção Castigo.


Como anteriormente anunciado, os franceses The One Armed Man, estão de regresso com um novo álbum, três anos após Paper Bird. Este que é o terceiro trabalho dos folk/bluegrass chama-se simplesmente 1 e tem edição em formato CD e digital pela Flying Cow Prod/Inouïe Distribution. Este disco é a primeira parte que terá continuação num novo lançamento previsto para o outono.  


Depois de Parting Is, Jon Durant está de regresso como mais um álbum a solo, intitulado Alternate Landscapes. A semelhança entre ambos os discos é que são os dois baseados no trabalho de guitarra do guitarrista de Portland. Todavia, nesta nova proposta Durant entra por campos de pouco habituais texturas com a utilização da ligação da guitarra s sintetizadores vintage. Por outro lado, há duas faixas completamente executadas apenas com guitarra e em formato live em estúdio.


Depois de muitos anos, Antonio Portanet voltou a viver em Portugal. A lembrança dos concertos e dos LPs editados em 1978 (Muertes) e 1983 (Noche de Cuatro Lunas) estava presente e por isso o desafio de voltar a cantar em Portugal e não só . . . realizaram-se alguns concertos, mas faltava algo… faltava gravar um álbum. Ora aí está ele. E é com muito orgulho que AVM Music Editions apresenta o novo disco Eternamente Lorca, editado a 29 de março. A música que foi criada para estes poemas de Lorca, principalmente do livro Poeta en Nueva York, teve a sua génese em Nova Iorque durante a estadia de Antonio Portanet nos Estados Unidos.



Já está nas lojas, desde o dia 30 de março o mais recente trabalho dos The Raz Band. Intitulado #9, tem edição da Gonzo Multimedia com produção do lendário Joey Molland que também canta em dois temas. #9 traz onze canções e as primeiras 1000 cópias incluem, como bónus, um EP ao vivo gravado a 8 de dezembro de 2018 em Los Angeles. 




Notícias da semana – 30 de março de 2019



Os Affäire assinaram contrato com a editora norte-americana Perris Records com vista à edição e distribuição mundial do novo álbum Less Ain't More. O novo disco foi gravado no Dynamix Studio em Lisboa, produzido por Ricardo Dikk e masterizado por Phil Brewster (Sebastian Bach, Steve Vai, Halestorm, The Darkness, entre muitos outros) em Los Angeles. A Perris Records, sediada no Texas, está em atividade há mais de 25 anos e conta no seu catálogo com bandas incontornáveis do hard rock americano, como L.A. Guns, Stephen Pearcy, Helix, Babylon A.D., Enuff Z'Nuff, Bang Tango, Dirty Looks, Vain, Love/Hate, etc. Less Ain't More tem lançamento marcado para 19 de abril.


Ainda há alguém por aí que se lembre dos Xentrix? Pois bem, fica a informação que estes lendários thrashers britânicos acabam de assinar pela Listenable Records. Os Xentrix nasceram em 1985 e chegaram a estar na Roadrunner Records pela qual lançaram Shattered Existence, em 1989, For Whose Advantage, em 1990 e Kin, em 1992, tendo terminado em 1996. Tiveram um curto reaparecimento em 2005/2006 e um segundo regresso em 2013. O novo álbum Bury The Pain foi trabalhado no final de 2018 com Andy Sneap e Russ Russell e será lançado no próximo verão.


Alberto Rigoni é um dedicado baixista e um visionário que nunca para de ser criativo. Coletivamente está nos metallers Bad As, nos proggers Twinspirits e nos brit pop rockers The Italians. É, ainda, o produtor de projeto Vivaldi Metal Project. Com Alessandroni Bertoni (teclados) e Thomas Lang (bateria) criou um disco de instrumental prog metal a que chamou Prog Injection e que tem lançamento a 7 de junho.


É de facto extraordinário, porque os lendários rockers novaiorquinos, Binky Philips & The Planets irão lançar o seu primeio álbum ao fim de… 47 anos de carreira! Este histórico trabalho intitula-se Established 1972 NYC e tem data de edição a 26 de abril. Os The Planets começaram a trabalhar nestes temas – todos eles compostos por Philips entre 2014 e 2017 - em agosto de 2017 com o produtor JZ Barrell. Os The Planets são compostos por Binky Philips (guitarras), Nolan Roberts (vocais), Bobby Siems (bateria) e Mike Greenberg (baixo).


Faded Release é o segundo single lançado pelos Gone Cosmic. Este é um tema que faz parte do álbum de estreia Sideways In Time que tem data de lançamento agendada para 12 de abril via Kozmik Artifactz. Composto por músicos da zona oeste do Canadá que pertencem a bandas como Chron Goblin, Witchstone, Funkenshiest e The Torchettes, esperem destes Gone Cosmic uma explosão cósmica de psyche e fuzz.


A Century Media Records orgulha-se de assinar com os lendários Demons & Wizards. Este projecto que junta Hansi Kürsch (Blind Guardian) e Jon Schaffer (Iced Earth) nasceu em 1999, tendo lançado dois aclamados álbuns – Demons & Wizards em 1999 e Touched By The Crimson King, em 2005. Neste momento a banda está a ocupada a preparar aquele que será o seu terceiro registo que será lançado no início de 2010.


São dois os nomes a entraram, esta semana, nas fileiras da Massacre Records. Primeiro foram os Dreamslave, praticantes de orchestral metal e cujo álbum Rest In Phantasy está previsto para junho. A banda francesa nasceu em 2011 e já compartilhou palco com nomes como Arkona, Marquize, Whyzdom e Lyriel. Depois foram os Ereley que levarão os fãs a uma viagem pelo céu e o inferno no seu álbum Diablerie, previsto apenas para o final do ano.


Fly On The Wings Of Love é o novo álbum dos Hubeskyla e surge seis anos após Spencer’s Return. A notícia é que a banda composta por Lionel Gaillard (também membro dos Monoski), Mathias Bieri (dos Tar Queen) e o baterista Fabrice Seydoux (Pony DelSol), disponibilizaram a audição da totalidade do álbum no Youtube


A banda de female fronted metal/hardcore/punk de Filadélfia, The End A. D. assinou com a Fastball Music para o lançamento do seu próximo álbum, no outono de 2019. A data official de lançamento, bem como vídeos e singles serão anunciados em breve. A banda formou-se em 2014, embora só em 2017 tenha passado a contar com a vocalista Ami Friend.



A lendária banda Angel assinou com a Cleopatra Records e começará, em abril, a gravar um novo álbum. Os membros originais Punky Meadows e Frank Dimino, agora com Danny Farrow (guitarra ritmo), Charlie Calv (teclados), Steve Ojane (baixo) e Billy Orrico (bateria) escreveram 14 canções novas para um álbum descrito como diverso, com ênfase na melodia e fortes ganchos. Ou seja, um disco direcionado para todos os fãs dos Angel.