News

Notícias da semana – 27 de fevereiro de 2021


Claro que a atual situação parou tudo em todo o lado e também no seio dos The Picturebooks. Mas isso não impediu que o tempo fosse passado sem que Fynn Grabke (guitarras e vocais) e Philipp Mirtschink (bateria) fossem criativos e sem que escrevessem novas músicas. Por isso, o coletivo pediu ao seu amigo de longa data, Dennis Lyxzén (Refused, The Internation Noise Conspiracy) para colaborar e co-escrever uma música especial que encaixasse perfeitamente no timbre vocal de Dennis. O resultado foi Here’s To Magic onde a banda se movimenta para campos nunca antes ouvidos. Como se pode perceber aqui

 


Fundados em 2015 por António Couto e Luís Franco, a sonoridade dos Drakh define-se pelos anos de experiência vincados pela forte influência dos primórdios do death metal e um toque de insularidade que lhes proporciona um som único e atual. Em 2015 foi criado o tema White Tree e Queen Nebula com o intuito de participar no concurso Labjovem (concurso de jovens artistas regionais a nível internacional) onde alcançaram 3.º lugar. Tendo em conta a dinâmica e visão partilhada entre ambos os artistas o projecto Drakh surge assim como banda. A 27 de março foi lançado de forma independente o EP Vulcano One composto por 5 temas sendo dois destes o single Cosmic Shadow e .

 


O coletivo internacional Eternal Return é um quinteto que combina vários duos/trios que já gravaram ou andaram em tournée juntos. Nomeadamente falamos de Colin Edwin (Porcupine Tree, NoMan, O.R.k.) no baixo e o guitarrista estónio Robert Jürjendal (Toyah Wilcox, Fripp’s Crafty Guitar School). No coração da banda estão Dogon, o duo de Miguel Noya (um pioneiro da música eletrónica na Venezuela, Phantom Limb Recordings) e Paul Godwine e termina com Miguel Toro (Royal Dust). Ou seja, músicos da Venezuela, Inglaterra, Estónia, EUA e Espanha juntos em Berlim. O resultado é algo flutuante, hipnótico, misteriosos, mas ainda assim, reconfortante no álbum de estreia Once Only, uma edição a cargo da New Dog Records.


A banda rock holandesa El Fatso acaba de lançar o seu novo EP Rock ‘n’ Roffa nos formatos físico e digital. Desde o ano passado que a banda de Roterdão tem vindo a apresentar diversos singles e vídeos, como forma de preparar os seus fãs para o momento que agora chegou com o lançamento do EP. Este é um trabalho com uma história ao estilo Tarantino com um toque de absurdo onde se encontram falsetes, guitarras burbulhantes e riffs suados.

 


Já se sabia que os lendários Sweet estavam de regresso com o álbum Isolation Boulevard, um título baseado no seu enorme sucesso de 1975, Desolation Boulevard. E com uma nova voz, na pessoa de Paul Manzi, um novo line-up e um novo twist na forma familiar destas canções. Isolation Boulevard apresenta todos os hits clássicos da banda, mas totalmente regravados pela nova formação durante o confinamento de setembro e outubro. E agora, retirado desse álbum, o coletivo apresenta um novo single intitulado Set Me Free e que estará na rua a 5 de março.

 


O Gajo apresentou a capa para o seu 3.º disco Subterrâneos, a ser editado a 15 de março pela Rastilho Records. Esta capa tem por base uma pintura da autoria do artista plástico de Arcos de Valdevez, Mutes. O nome Subterrâneos surge como fonte de onde todo este disco germina. Segundo João Morais, "o confinamento obrigou a uma menor relação com os outros e a uma maior proximidade com o nosso eu interior. Por fora somos o que queremos que os outros vejam, mas é por dentro que está o que verdadeiramente somos e isso nem sempre é um bom reflexo". Neste contexto, o músico explica que "a pintura que faz capa deste disco é da autoria do artista Mutes e mostra uma série de figuras disformes que representam essa imagem subterrânea que pode ser a de cada um de nós". A obra chama-se Em Marcha de Escarlate (acrílico sobre tela) e é original de 2017.

 


Criatura é um eclético bando de músicos, artistas e gente que se dedica a revisitar a memória popular do território que habita e que a partir dela se propõe a criar música e arte que nasce de outras formas de olhar, sentir e ser a tradição. E o seu novo disco, Bem Bonda já está disponível. Bem Bonda é uma obra onde o ímpeto da intervenção cultural, espiritual e social surge tanto através da palavra, como através do som. O disco, por sua vez, é apresentado como “uma ode intervencionista à alternativa de evolução, à necessidade de mudança, à urgência de imaginarmos novos caminhos, sem esquecermos de onde vimos, da memória e da identidade da cultura que nos faz ser as criaturas que somos”. A edição está a cargo da Omnichord Records e aconteceu a 5 de fevereiro, precisamente 5 anos após o lançamento de Aurora, o seu álbum anterior.

 


Os germânicos Darkest Horizon, banda de epic melodic death metal acabam de o seu novo single intitulado Ad Nauseam. Este single foi lançado de forma exclusivamente digital e pode ser ouvido no bandcamp. Este single surge três anos após Aenigmata, o seu anterior álbum.

 


Os Kings Never Die, de Nova Iorque e Nova Jérsia, chegaram à cena hardcore com o EP Raise A Glass pouco tempo antes da pandemia ter encerrado o mundo. Agora é tempo de juntar forças com o lendário produtor Jerry Farley (Sick Of It All, Madball) e com o veterano Laz Piña (Ill Niño) para o lançamento de um novo EP, It’s What We Live For, a 26 de março via Upstate/Bloodblast. Este EP contém três faixas novas e duas retiradas do EP anterior, mas com novas e refrescantes misturas. O primeiro single é Pure Gold e é uma homenagem ao pai do guitarrista Dan Nastasi, falecido em setembro vítima de Covid.

 


Blackened Sky é o nome do EP de 4 temas que os Rioghan lançam a 10 de março via Inverse Records em formato digital. Deste trabalho de progressive/gothic/alternative metal já foram retirados os singles dos temas Enough e Hollowness. Rioghan é o projeto a solo da vocalista Rioghan Darcy e foi fundado em 2019, na Finlândia. 


Notícias da semana – 20 de fevereiro de 2021


Nascidos em 2017, Kazän é uma banda de punk crú e selvagem, da ilha Terceira, Açores. Segundo a banda, são inspirados pela loucura inerente ao isolamento insular, em confronto com a necessidade de expulsão e revelação intensa de todas as paranoias, ansiedades, alienação, morbidez, raiva e angústia que nos queimam a mente. O seu mais recente trabalho é a demo-EP homónima de 2019 que pode ser ouvida na íntegra aqui. Este trabalho teve edição em K7 pela Anoise Records numa edição limitada a 100 cópias e numa outra versão, em CD, adicionado de 3 temas ao vivo, pela Miasma Of Barbarity, também limitada a 100 cópias.

 


Os lendários Kayak anunciaram recentemente o regresso aos discos de originais com aquele que é será o 18º álbum intitulado Out Of This World. Com lançamento a 7 de maio, através do selo InsideOut Music, e com 15 novos temas, a banda apresentou já o primeiro single de avanço, cuja escolha recaiu em Mystery. Out Of This World estará disponível em digipak (numa edição limitada), duplo LP e digital, sendo que as pre-orders já podem ser feitas aqui. Um teaser do álbum também pode ser visto aqui.

 


A Art Gates Records acaba de disponibilizar dois novos singles de lançamentos seus. O primeiro é In God’s Will, dos gregos Zero 2Nothing e está incluído no seu álbum de estreia Limits Of Temptation, com data de lançamento a 26 de fevereiro. O segundo é Parasite dos Morphium, tema incluído no álbum The Fall, nas lojas a 26 de março.



Já se encontra disponível para download gratuito, através deste link, a nova compilação digital idealizada, organizada e executivamente produzida por Dico. Desta feita, trata-se de um álbum com oito temas de outros tantos grupos, intitulado BlisteringHeavyMusic.pt. Desta compilação fazem parte os Stones of BabylonDawnriderDragon’s KissFantasy OpusPerpetratörGatos PingadosCruzada e Cronaxia. A compilação a remasterização esteve a cargo de Paulo “Paulão” Vieira nos MPRecordings.


 

Artnat é uma nova banda nacional de rock progressivo formada pelo guitarrista solo e fundador dos lendários Tantra, Manuel Cardoso. E o primeiro disco já circula por aí, com o título The Mirror Effect que, na realidade, reflete a continuidade do som dos Tantra na sua abordagem de symphonic prog – alto nível de composição, experimentação, multi-ambientes e executantes de nível elevado. Com Manuel Cardoso está Gui da Luz (sintetizadores) que já vem do tempo do álbum Terra, adicionado dos novos membros Sara Freitas (vocais), Paulo Bretão (baixo), João Samora (bateria) e André Hencleeday (teclados). Confiram esta sonoridade no Soundcoud, Youtube e Bandcamp.

 


Depois da estreia Money Talks Bullshit Walks, os hair metallers Mädhouse não descansaram e regressam em força com o seu segundo disco Bad Habits, nas lojas a 23 de abril. Com a assinatura com a Rock Of Angels Records e algumas mudanças no line-up, os Mädhouse atingem com esta nova coleção de 15 temas um novo patamar com um Bad Habits mais maduro e mais louco que antes. Um trailer do álbum pode ser visto aqui. Simultaneamente, e considerando que o álbum de estreia já se encontra esgotado, ir-se-á proceder à sua reedição.

 


A editora italiana Wormholedeath Records tem dois novos nomes no seu roster. De Minsk, Bielorússia vêm os symphonic metallers Belle Morte que lançarão um Crime Of Passion inspirado no romance de John Fowles, The Collector. Musicalmente, traz arranjos complexos, prog metal, djent e até alguns pormenores de black metal. O teaser pode ser visto aqui. De Atenas, Grécia vêm os Scream Collision, que se estreiam com Memories e que são influenciados pelo hard rock e metal. O teaser está disponível aqui.

 


O novo álbum dos Poverty’s No Crime será lançado a 30 de abril, via Metalville Records. Intitulado Secret To Hide o oitavo álbum da banda germânica promete ter muito a descobrir, deste logo porque vem mesmo a tempo das celebrações do seu 30º aniversário. O sucessor de Spiral Of Fear, de 2016, mostra uma banda em plena forma, como afirma o guitarrista/vocalista Volker Walseman, capaz de apresentar um trabalho musicalmente multifacetado e arrojado ao ponto de, mais uma vez, não colocar barreiras. Simone Mularoni voltou a ser o homem por trás da mistura e masterização.

 


O projeto a solo, nacional de old school death metal, precisamente chamada de Oldskull, lançou o vídeo do tema Time To Kill. Oldskull é um projeto de estúdio criado em 2020 pelo músico e produtor Paulo Soares, conhecido no mundo do metal pelas bandas Rageful e Torn Fabriks, embora seja um vocalista e multi-instrumentista que tem tido colaborações com muitos outros músicos. Quanto a este projeto, a ideia de o começar já era antiga, mas foi a pandemia a acelerar as coisas, com Paulo a regravar algumas antigas demos e a escrever temas novos, com o objetivo do lançamento de um longa-duração. O video de Time To Kill pode ser visto aqui.

 


A sexta parte do projeto Intelligent Music Project já está a caminho. O sucessor do espetacular Life Motion (Disco do Ano na Categoria Rock para Via Nocturna 2000) chama-se The Creation e traz como estrelas Ronnie Romero (Rainbow), Bobby Rondinelli (Black Sabbath, Rainbow), John Payne (ex-Asia), Todd Sucherman (Styx), Carl Sentence (Nazareth) e Richard Grisman (River Hounds) a quem se junta a nada de músicos búlgaros Bisser Ivanov (guitarras), Ivaylo Zvezdomirov (baixo), Vasil Vutev (bateria) e Ivo Stefanov (teclados). E, mais uma vez, parece que Milen Vrabevski, MD, (que também toca guitarra acústica) em plena pandemia, conseguiu criar mais um arrojado e emblemático conjunto de temas, novamente com diversidade musical e, acima de tudo, uma mensagem de positivismo. Aqui podem ver o vídeo promocional e aqui podem fazer as pre-orders.


Notícias da semana – 13 de fevereiro de 2021


O coletivo suíço Kali Trio lança a 19 de de março o seu segundo álbum intitulado Loom. Nicolas Stocker (bateria), Urs Müller (guitarra) e Raphael Loher (piano) apresentam uma continuação do que haviam apresentado na estreia em quatro longos temas com atmosferas mistoriosas e um dramatismo geral. E que são descritas como algo entre o fraseado de T. C. Boyle e as imagens de Tarkovsky. As pre-orders podem ser feitas aqui.


 

A banda sueca Vengeant acaba de lançar o seu primeiro single Angel’s Battle Cry. Progressivo e sinfónico é um tema inspirado em Magic: The Gathering e que foi amplamente esperado, já que mais de 13.000 fãs estiveram à espera para ouvir os primeiros acordes. O quarteto sueco apresenta uma forte componente de power metal com vocais operáticos, arranjos orquestrais e riffs bem pesados.

 


Os Stone Mammoth formaram-se em 2012 na Finlândia e é uma banda fortemente influenciada pelo heavy rock dos anso 70. E a rapidez com que o seu álbum de estreia foi gravado foi compensada pela lentidão do seu lançamento. Expliquemos: Stone Mammoth foi gravado em apenas dois dias – o primeiro para o soundcheck, o segundo para as gravações; mas foi gravado em 2014, pelo que demorou quase sete anos para ver a luz do dia. O lançamento foi ontem via Inverse Records. O álbum pode ser ouvido aqui

 


Dominado pela agressão, umas vezes mais óbvia, outras mais subtil, Enjoy Dystopia é o mais recente disco dos Solar Fake, nas ruas numa edição a cargo da Out Of Line Music. E é o primeiro disco a incluir um tema cantado em alemão, Es Geht Dich Nichts An, o que o vocalista Sven Friedrich confirma como não tendo querico traduzir para inglês, porque isso seria um compromisso. E os Solar Fake não se comprometem. Aqui podem ver um vídeo pessoal do vocalista, enquanto o álbum está disponível via streaming aqui.

 


Door 964 (Sami Huotari, vocais e baixo; Risto Silenius, guitarras; Mika Pohjola, teclados; Matti Torro, bateria) é uma jovem banda oriunda de Oulu, na Finlândia, embora os seus constituintes sejam elementos já bem estabelecidos na cena rock do seu país. O seu álbum C. O. T. D. sai a 19 de fevereiro e é um disco onde não pretendem inivar nada. Apenas querm mostrar as suas canções sinceras de um tradicional melodic rock. São 8 gandes canções que oferecem riffs memoráveis, uma secção ritmica sólida, teclados atmosféricos e linhas vocais com melodias catchy e coros. E um bom exemplo de diversidade presente em C. O. T. D. é a furiosa abertura Fire At Will. Outros destaques são a bela melodia do tema final, Worlds Collide, o épico tema-título e a atmosfera presente em Wings, tema escolhida para video.

 


Considerada a rainha da guitarra blues de Chicago, Joanna Connor anunciou o seu novo e inovador 14º álbum de estúdio intitulado 4801 South Indiana Avenue, com produção de Joe Bonamassa e Josh Smith e lançado pela editora de Bonamassa, a Keeping The Blues Alive Records, a 26 de fevereiro em CD e formato digital. Este disco é o sucessor de Rise, trabalho que havia sido muito bem recebido, e volta a mergulhar profundamente no autêntico blues de Chicago. O título do álbum indica a morada do santuário do blues/funk, o Theresa’s Lounge.

 


A banda de metal moderno/alternativo de Coimbra Secret Chord apresenta o primeiro tema de avanço para Aurora, álbum de estreia que será lançado no próximo dia 12 de março. O single Everything Repeats vem acompanhado de um videoclipe oficial e traz consigo novidades a nível estético e sonoro. Esta é uma primeira amostra da nova sonoridade que os Secret Chord têm vindo a trabalhar nos últimos dois anos e promete surpreender os ouvintes mais incautos. Everything Repeats é o título do tema escolhido para representar o novo álbum que traz o selo da Sleaszy Rider Records e o vídeo pode ser visto aqui.

 


Os District 97 estão de regresso com um novo álbum ao vivo intitulado Screenplay, que reúne mais de duas horas de música ao longo de 2 CDs. Este trabalho é composto pela totalidade do álbum Screens tocado em Boerderij Cultuurpodium em outubro de 2019, bem como uma intensa variedade de temas do fundo de catálogo da banda de Chicago e versões que vão dos Yes a John Lennon. Incluído está, ainda, uma performance nunca antes lançada de 21st Century Schizoid Man com as colaborações de John Wetton, Dave Kerzner e Fernando Perdomo. E como faixa bónus surge uma nova canção gravada em quarentena chamada Divided We Fall. Screenplay tem edição a 26 de março via Cherry Red Records.

 


Depois do anúncio do lançamento de Warriors Collection, os Toxikull revelam o single de abertura desta coleção. Trata-se de Metal Defender com a participação de Zach Schottler dos canadianos Skull Fist. A data de lançamento será 23 de fevereiro, sendo que o tema já está a ser gravado no The Pentagon Audiomanufacter com o produtor Fernando Matias. De acordo com Lex Thunder, esta ideia da coleção surgiu, precisamente, de Schottler. As pre-orders já podem ser feitas através deste mail.

 


Three Flies Our Wail! é o EP de dois temas dos Scald e tem lançamento pela High Roller Records a 26 de fevereiro. Este trabalho apresenta o tema-título e a versão de 2020 de Eternal Stone, tema que fazia parte do álbum Will Of Good Is A Great Power, de 1996, agora com o novo frontman Felipe Plaza Kutzbach. Os Scald são uma das mais importantes bandas russas de epic doom metal, tendo cessado funções após a trágica morte do vocalista Maxim Andrianov em 1997.


Notícias da semana – 06 de fevereiro de 2021


Last Crusade, Thankless Graft, No HeartA Rebellion Records deve ter lançado uma dúzia de álbuns com a colaboração do vocalista Mike dos Underwood. Mas agora surge algo fresco e novo que mantém a adrenalina em alta – o seu novo projeto The Choice Few. Lançado como uma coprodução entre a Rebellion Records (Europa) e a LSM Vinyl (América do Norte), a estreia é o 12’’ One Way Streets que contém um total de sete efervescentes temas (seis originais e uma versão de Nobody Loves Me dos The Letters) de pub e street rock destinado quer a fans do punk quer do glam. Confiram aqui o tema Out On A Tenner

 


Há bandas que, depois de começar, não conseguem parar. E um dos melhores exemplos são os Brunhilde. A banda acaba de disponibilizar (foi lançado ontem) o vídeo de Hell Or High Water, tema que é o quinto single de avanço do novo álbum To Cut A Long Story Short, nas ruas a 26 de fevereiro. E este é mais uma faixa onde o coletivo mostra a sua criatividade e visão. Confiram aqui.  

 


Depois da boa colaboração com o álbum de 2020, Moments, os From The Depth voltaram a unir forças com a Rockshots Records para a reedição de 10º aniversário do seu primeiro álbum Back To Life. Este foi totalmente remisturado e remasterizado e inclui duas bonustracks, uma delas com a participação especial de Apollo Papathanasio que faz um dueto com Raffaele Albanese, vocalista da banda que, assim, regravou o tema em questão. Este álbum está já disponivel em pre-order e será lançado dia 19 de fevereiro. De forma a encurtar a distância até ao próximo álbum, a banda disponibilizou no YouTube uma versão da música La Vita Fugge, versão dos também italianos Vision Divine. Este tema, incluído na versão japonesa do álbum Moments, pode ser visto aqui

 


O power-trio Residual Self assinou contrato com a Sliptrick Records. Originários da The New Haven Area, e liderados pelo misterioso Rex Mazza, este coletivo pratica um hard rock influenciado pelo grunge e pelo gótico, o que torna a sua sonoridade suja e obscura. Fundados em 2016, e, originalmente designado como um projeto a solo, o caminho dos Residual Self tem-se diferenciado de outros projetos similares, culminando agora com a assinatura de um contrato discográfico com a Sliptrick Records. Para conheceres mais a banda, podes aceder ao seu site oficial, ao Facebook ou ao YouTube.


 

Os Incursion estão de volta, com um novo EP, de nome The Hunter, que será lançado dia 29 de janeiro, via No Remorse Records. Nascidos em 1982, na cidade de Miami, os americanos estiveram ativos durante quatro anos, tendo em 1984 lançado uma demo. Entretanto, dois anos depois a banda parou a sua atividade, desaparecendo desde então até 2018, ano em que uma segunda vida nasceu. The Hunter é o primeiro trabalho dos americanos desde a sua paragem. Este está disponível, por enquanto apenas digitalmente e em vinil, pelo que a edição em CD é esperada para o outono deste ano. Misturado por Jorg Uken, este promete ser o primeiro lançamento de uma carreira renascida. 

 


A banda de symphonic metal italiana, Elegy Of Madness anunciou um fantástico novo projeto. Depois, de no início deste ano, terem presenteado os fans com um álbum ao vivo com orquestra, anunciam agora o livro de BD, que contará a história por detrás do seu último álbum de originais Invisible World. Nas palavras do guitarrista e fundador da banda Tony Tomasicchio: “Neste momento dificil temos que permanecer ativos e evitar que o nosso nome caia no esquecimento, e, por isso tentamos arranjar ideias originais que evitem que o nosso caminho musical, agora com 15 anos, seja destruído pelo esquecimento que esta pandemia está a causar”. Apesar de ainda não se saber quando é que esta obra verá a luz do dia, sabe-se já que será desenhada por Enzo Rizzi, já conhecido pelos seus trabalhos Heavy Bone e The Great History Of Rock.

 


A cantautora Arielle anunciou o início da pre-order para o seu novo álbum, em todos os formatos, Analog Girl In A Digital World, para 7 maio. Este será o nono álbum da inglesa e foi gravado digital e analogicamente, de modo a transmitir melhor o sentimento setentista presente no álbum. O álbum conta ainda com o som da nova guitarra de Arielle, idealizada por ela, e com a chancela de qualidade das Brian May Guitars. O primeiro single Peace Of Mind será lançado no dia 12 fevereiro, pelo que o seu teaser já se encontra disponível para audição aqui. Antes do lançamento do álbum a guitarrista revelará ainda outro single, Inside & Outside, programado para dia 15 de abril. A pre-order dos dois singles já se encontra disponível no neste link



A banda de rock alternativo Seed Husk lançou, no passado dia de 1 de fevereiro, o seu mini album Triangle, via Secret Entertainment. Fundados em 2011 na Finlândia e, tendo já um álbum lançado em 2015, Triangle é o seu segundo trabalho de estudio, que mostra a banda mais inspirada que nunca, exibindo as suas raízes que misturam a atitude grunge com as suas já habituais melodias pop. Limitado apenas a uma edição digital, Triangle pode ser encontrado no Spotify, Apple Music, Amazon, Deezer, Tidal e Bandcamp. Para mais informação podes consultar o facebook ou instagram oficias da banda.      

 


Depois de uma tour bem-sucedida pelo Japão com os Nightrage e outra pela Europa com os Black Star Riders, os croatas Rapid Strike assinaram com a Wormholedeath Records para o lançamento do seu álbum homónimo previsto para 26 de março. O coletivo de rock/metal formou-se em 2010 e o seu álbum de estreia granjeou-lhe um imenso reconhecimento. E a prova do seu crescimento está nese novo álbum, onde se estreia o vocalista britânico Bexie James. O teaser pode ser visto aqui

 


Os Sonus Umbra facebook.com/sonusumbra nasceram em 1991, formados por um grupo de estudantes de física e matemática da Cidade do México. Trinta anos passados, agora sedeados em Chicago e acompanhados por alguns dos maiores nomes da cena local, a banda continua ativa e a criar música. E o exemplo é A Sky Full Of Ghosts, o mais recente disco da banda que conclui uma viagem que começou com Beyond The Panopticon e que marca mais um momento histórico dentro do prog rock. O CD em formato digipack pode ser requisitado aqui


Notícias da semana – 30 de janeiro de 2021


Nad Sylvan terminou 2020 de uma forma feliz. Lançou You’ve Got To Find A Way, em dezembro, tema que fará parte do seu próximo álbum Spiritus Mundi, como faixa bónus. Agora, surge mais um tema desse álbum, o fantástico The Fisherman, canção baseada no poema do mesmo nome de 1914 escrito por W. B. Yeats e cujo vídeo pode ser visto aqui. Depois de ter terminado a sua Vampirate’s Trilogy, Sylvan mudou o seu sentido de orientação musical, ao optar por pegar em poemas de Yeats, transformando-os em peças musicais. Spiritus Mundi tem lançamento a 9 de abril.

 


Electro Santa é o primeiro tema de avanço do novo disco d’O Gajo Subterrâneos que é editado a 15 de março de 2021. Se em março de 2020 a pandemia travou os concertos e quase toda a atividade cultural nos seus vários formatos, não travou a capacidade criativa do artista lisboeta que, apoiado pelo Fundo Cultural do Ministério da Cultura, mergulhou na composição de um novo disco. Depois de Longe do Chão (2017) e do quádruplo EP As 4 Estações do Gajo (2019), Subterrâneos é o 3.º disco de originais a lançar por João Morais//O Gajo e representa uma nova abordagem ao seu trabalho orientado pela primeira vez para o formato trio. Com Carlos Barretto no contrabaixo e José Salgueiro na percussão, surgem composições mais arrojadas que transportam a Viola Campaniça para novos e mais ambiciosos territórios. O resultado é sempre surpreendente e inovador conferindo novas potencialidades musicais a este cordofone tradicional.

 


Deep Space Mask é o projeto a solo de Raymz (ex-Fiinky Pie, banda de hard rock que produziu álbuns para a Brennus Music Records entre 2003 e 2009), criado em fevereiro de 2020 como one man band. No seu primeiro álbum, Songs From The Dark Light, Raymz compos e tocou todos os instrumentos, tendo, ainda, assegurado todos os vocais. E foi também responsável pela produção no seu estúdio caseiro em França. As influências de Black Sabbath, Death SS, Pentagram, Trouble e Candlemass estão presentes num disco cujo tema de abertura Nosferatu já está disponível para audição.

 


Ao lançarem uma série de singles este ano, os Reach (power trio composto por Ludvig TurnerMarcus Johansson e Soufian Ma´Aoui) definiram o início de uma nova era musical e permite aos seus fãs e ouvintes entrarem no seu próprio mundo. E com o seu novo single, New Frontier, edição a cargo da seletiva editora sueca Icons Creating Evil Art, o coletivo desafiou os seus fãs mostrando um novo nível de composição experimental e poderoso storytelling. New Frontiers saiu ontem, 29 de janeiro.

 


O lançamento do novo álbum dos Kärbholz, intitulado Kontra e que estava agendado para o dia 26 de fevereiro, via Metalville Records, foi adiado um mês, sendo agora indicada a data de 26 de março. A causa, naturalmente, está relacionada com a Covid-19 e os confinamentos a ela associados e todas as dificuldades logísitcas que isso tem criado. No entretanto, os fãs podem ir vendo o novo vídeo retirado desse álbum, Rückenwind.

 


Os Prowler são uma das bandas originais do movimento NWOBHM e das que primeiro apareceram na compilação – agora lendária – de 1980, Brute Force, lançada pela MCA. Recentemente assinaram pela Metal Nation Records do ex-vocalista dos Tygers Of Pan Tang Jess Cox. E a banda de Essex, onde ainda estão os membros originais Trev Pattenden (vocais e baixo) e Martin Burrows (guitarra) está, neste momento, no processo de criação e preparação do seu álbum de estreia ainda sem título e que estará disponível no verão de 2021. O single Bad Child Running, tema original das gravações dos anos 80, pode ser ouvido aqui.

 


Aponta-se como uma das maiores parcerias para este ano de 2021. A CMM, entidade que trabalha para vários artistas, incluindo a Service For Artists Owned Labels (SAOL), começa agora uma parceria com uma das mais importantes editoras independentes norueguesas, a Crime Records AS. E o início acontece com o lançamento do conceito Legend Of Valley Doom, do coletivo all-star liderado por Marius Danielsen, que, em março, apresenta o capítulo final da sua trilogia. 

 


Com membros dos Church Of Void, Horna e Battlelore, em 2019 nasceram os doom metallers finlandeses Byronna altura como um projeto one-man studio, que acabou por evoluir para uma banda completa. Os Byron misturam diversas influências como occult rock e doom e que ficam bem patentes neste seu single Corn, Drought An The Lordque faz parte do álbum The Omega Evangelion a lançar pela Inverse Records a 26 de março.

 


A Esoteric Antenna anunciou o lançamento do novo álbum de estúdio dos Strawbs. Settlement surge numa altura conturbada do mundo político e social e a sua componente lírica reflete isso mesmo. O líder dos Strawbs, David Cousins, refere que Settlment é algo extraordinário, pois, nas suas palavras, não há muitas bandas que vão do metal grunge às histórias irlandesas, em meia hora. A produção esteve a cargo de Blue Weaver, nome que, nos anos 70 tocou com a banda e com os Bee Gees.

 


Os Firewing são uma banda americana de symphonic metal que acaba de assinar pela Massacre Records, com o seu álbum de estreia, intitulado Resurrection a ser lançado a 23 de abril. A banda é composta por músicos norte-americanos e brasileiros, nomeadamente Airton Araujo (vocais), Caio Kehyayan (guitarras), Bruno Oliveira (guitarras), Peter de Reyna (baixo) e Chris Dovas (bateria). Os Firewing misturam technical heavy metal com orquestrações melódicas, renovando o atual subgénero do symphonic metal. Também os Feanor se preparam para lançar mais um disco. Chama-se Power Of The Chosen One e tem lançamento no mesmo dia. Este novo trabalho do quinteto argentino traz mistura e masterização de Gustavo Acosta e Sebastian Manta.

 

Notícias da semana – 23 de janeiro de 2021


Depois do sensacional The Harmonic Passage, e de terem compartilhado o palco com Angra, Moonspell, Elvenking, Dark Moor, entre outros, o coletivo italiano Winterage regressou aos discos com The Inheritance Of Beauty, lançado a 15 de janeiro, via Scarlet Records. The Inheritance Of Beauty é um poderoso disco de symphonic metal, recorrendo ao uso de uma orquestra real e diversos coros, com fortes influências do folk irlandês e da música clássica e medieval. O disco foi produzido por Tommy Talamanca e Roberto Tiranti e masterizado por Jacob Hansen. O tema Orpheus And Eurydice pode ser visto aqui.

 


Rage Of War é o quarto álbum da força belga de heavy metal Fireforce e teve lançamento a 15 de janeiro pela Rock Of Angels Records. O álbum foi produzido R. D. Liapakis e Bob Briessinck, com a mistura e masterização entregues a Henrik Udd. Este sólido Rage Of War traz doze temas (10 no caso do vinil) intensamente poderosos de um metal combativo, embora sem perder as componentes harmónica e melódica. Atualmente, os Fireforce são compostos por Matt Asselberghs (vocais e guitarras), Erwin Suetens (guitarras), Serge Bastaens (baixo) e Christophe De Combe (bateria).

 


Songs For The Apocalypse é o álbum de estreia do projeto a solo de Jason Bieler, chamado de The Baron Von Bielski Orchestra e teve lançamento pela Frontiers Music a 22 de janeiro. Este disco mostra Bieler a enveredar por uma diversidade de possibilidades musicais, assumindo a totalidade dos instrumentos com a ajuda de um conjunto de notáveis músicos: Todd LaTorre (Queensryche), Dave Ellefson (Megadeth), Devin Townsend, Pat Badger (Extreme), Butch Walker (ex-Marvelous 3), Bumblefoot (Sons of Apollo), Clint Lowery (Sevendust), Benji Webbe (Skindred), Kyle Sanders (Hellyeah), entre outros! Jason Bieler é um cantor, guitarrista, compositor e produtor conhecido pelo seu trabalho na banda Saigon Kick.

 


O projeto Johan Kihlberg’s Impera está de regresso com o seu mais pesado álbum da carreira. Intitulado Spirit Of Alchemy, será lançado a 9 de abril pela Metalville Records. Johan Kihlberg’s Impera é o projeto fundado em 2011 pelo baterista sueco Johan Kihlberg e para este novo álbum conta com as colaborações do baixista John Levén (Europe), do baterista Snowy Shaw (King Diamond, Mercyful Fate, Sabaton), do vocalista Jonny Lindkvist (Nocturnal Rites), do guitarrista Lars Chriss (Lion’s Share) e do teclista Kay Backlund (Lion’s Share), bem como Mats Vassfjord (220 Volt) que toca baixo em Lost Your Life To Rock ‘n’ Roll e Pontus Egberg (King Diamond), baixo em In Heaven.

 


The Maze, trabalho de estreia dos franceses Celestial Burst onde participa num tema a diva Anneke Van Giesbergen, e considerado por Via Nocturna, um dos melhores discos do ano, poderá, agora, ser ouvido gratuitamente e na íntegra no youtube. Celestial Burst é um projeto criado por Alexis Lustenberger em 2012 juntamente com a vocalista e atriz Kenza Laala.

 


Neste início de ano, os Cruz de Ferro empreendem nova investida com o EP Leão dos Mares, cinco novas composições que prometem não defraudar quem tem estado com eles nesta última década e agremiar mais um bom número de novos combatentes. A banda oriunda de Torres Novas, volta a evocar importantes figuras da História de Portugal, algumas nem sempre lembradas pelos feitos notáveis de séculos idos. Numa edição Rastilho, limitada e exclusivamente em vinil, há espaço para novos elementos na música de um grupo que continua, ainda assim, fiel à tradição do heavy metal puro e duro, cantado em português. 2021 é mais um ano cravado pela Cruz de Ferro. Oito anos após a estreia em disco, estes Guerreiros do Metal estão prontos para nova batalha e, como sempre, vão sair vencedores, tal é o arsenal que carregam em mais um glorioso EP! Melodias argutas, riffs destemidos, ritmos avassaladores e a língua portuguesa expressa com orgulho e vigor, num trabalho que merece estar bem junto ao coração de todos os metaleiros lusos… e por todo esse mundo fora.

 


Jeff Pennachio, guitarrista dos Design The Void disponibilizou em streaming o seu EP de estreia em nome próprio, Setting The Stage. Oficialmente, este trabalho foi lançado ontem e inclui um conjunto de três temas com paisagens instrumentais e progressivas, apelativas para fãs de diversos subgéneros de metal, nomeadamente para fãs de Plini, Dream Theater e Trans-Siberian Orchestra

 


O homem que começou a sua carreira nos Japan e, mais recentemente, fez parte dos influentes art-rockers Porcupine Tree tem pronto o sucessor de Planets + Persona de 2017, o novo álbum intitulado Under A Spell. Falamos de Richard Barbieri que acaba por assinar um álbum construído em diferentes estúdios ao longo da Europa e que incorpora live performances de diversos músicos. Under A Spell é mais um passo na criativa carreira de Barbieri onde o músico redefine que as suas fronteiras musicais nunca são evidentes, mostrando, mais uma vez, o seu legado brilhante e hipnótico. O teaser pode ser visto aqui. 



Sai a 19 de fevereiro uma reedição de Scores Of War dos Orion’s Reign, via Pride & Joy Music. Esta reedição justifica-se pela inclusão de dois temas bónus cantados por Francesco CavalieriRaining Blood (versão dos Slayer) e Dragonborn (dos Skyrim). Scores Of War é o segundo álbum dos symphonic metallers gregos e foi, originalmente, lançado em 2018. Esta reedição está limitada a 1000 cópias.

 


Quatro anos volvidos após o lançamento de Deadhead Syndicate, via Cruz del Sur Music, os speed/thrashers alemães Septagon regressam aos discos de originais, agora pela Massacre Records. O álbum We Only Die Once sai a 26 de março e traz artwork desenhado por Markus Vesper/Markus Vesper Art. Danny Seith misturou o trabalho nos Pariah Music Studios, enquanto Alexander Krull foi o responsável pela masterização nos Mastersound Entertainment Studio. Pela mesma editora, sai o novo álbum dos Imperia, intitulado The Last Horizon. Será a 26 de março.


Notícias da semana – 16 de janeiro de 2021


Oito anos após o lançamento do álbum SAMCA, do qual fazia parte o tema 1.E4os Sanctus Nosferatu regressaram com uma nova mistura e remasterização desse tema. Tiago Alves (Anomally, Human Hate, Morbid Death, Palha D'Aço, Deem Index) foi o responsável por esse trabalho que decorreu nos Waveyard Studios. A sonoridade thrash metal do tema ganha uma nova dimensão, abrangência e envolvência com as fantásticas dinâmicas clean/gutural de David Pais. 1.E4 acaba, também, por ser o single promocional do futuro EP da banda, ainda sem data de lançamento prevista.

 


A guitarrista de Chicago Joanna Connor tem um novo e excitante álbum. Intitulado 4801 South Indiana Avenue, foi produzido por Joe Bonamassa e tem lançamento, a 26 de fevereiro, pela sua nova editora KTBA Records. I Feel So Good é o primeiro single extraído desse álbum e pode ser visto aqui. Algumas curiosidades a respeito deste álbum referem-se aos amplificadores usados que são pertença da coleção pessoal de Bonamassa e o título do álbum que representa a localização do Theresa’s Lounge, sala de Chicago por onde passaram todos os grandes nomes do blues.

 


Depois do lançamento de uma bem-sucedida trilogia com base na obra de Edgar Allan Poe, Legado de una Tragedia – Edgar Allan Poe. Opera Rock (2008), Legado de una Tragedia II (2014), Legado de una Tragedia III (2016) e depois do último lançamento El Secreto de los Templarios (2018), onde contam com um conjunto de estrelas a colaborar, os Legado de una Tragedia regressam aos discos com um novo capítulo da sua imensa criatividade na forma de Britania, que tem lançamento a 29 de janeiro. E, mais uma vez, o vocalista Joaquín Padilla está acompanhado de diversos colaboradores. O mais recente single é El Llanto de los Ancestros, já disponível desde o dia 8 deste mês. A edição é da Art Gates Records.

 


Depois do lançamento do aclamado álbum de estreia dos Metal de Facto, Imperium Romanum, surge agora a disponibilização de uma versão limitada em vinil. Esta edição estará nas ruas a 22 de janeiro em três cores diferentes (dourado, vermelho e preto) com 100 cópias cada. As pre-orders podem ser feitas aqui. Deste trabalho foram apresentados os vídeos para os temas The Conqueror, The Ascending Of Jupiter, Legionnairs Oath e Bacchanalia.

 


Ainda se lembram dos Toxic Youth? Pois bem, os lendários italianos do hardcore punk thrash estão de regresso após... 24 anos! O novo álbum intitula-se Back To You-Th e está disponível numa edição digipak limitada a 300 cópias numeradas à mão com um booklet de 28 páginas e numa edição a cargo da WTF Records & Distro. E o tema de avanço, Walkin’ Freemostra que o coletivo não perdeu a sua agressividade nem o sentido de groove.

 


O sétimo álbum dos Mustan Kuun Lapset intitula-se Kruunu e é o primeiro disco completamento acúsico da sua carreira. É também a primeira produção com um grupo internacional de cantores e instrumentistas. Em adição à guitarra acústica surgem instrumentos como lira, ukulele e trompa. O tema de avanço é Matkalainen. Kruunu será lançado a 26 de fevereiro via Inverse Records.


 

A 22 de janeiro tem lançamento o disco The Killing II dos Zero Theorem, via CMM/SAOL. Os Zero Theorem são um curioso coletivo californiano que mistura hard rock e modern metal com uma estética de ficção científica. The Killing II traz cinco temas que dão continuidade à primeira parte e ao trabalho de estreia, Ataraxis, de 2018. E foi este trabalho que foi comparado a Disturbed e Five Finger Death Punch e que permitiu o crescimento deste nome. Dois vídeos já foram apresentados, Swarm e Translucent.

 


O ano passado ficou marcado pelo anúncio do regresso dos Liquid Tension Experiment, supergrupo constituído por Mike Portnoy, John Petrucci, Jordan Rudess e Tony Levin. O título será LTE3 e terá lançamento a 26 de março via InsideOut Music, pondo assim fim a um longo período de 22 anos sem álbuns de originais. Esta semana foi anunciado o tracklisting que incluirá oito temas a variar entre os três minutos e meio de Liquid Evolution e os 13 minutos de Rhapsody In Blue e Key To The Imagination. O álbum incluirá ainda um segundo CD com uma hora de jams improvisadas. Entretanto, recentemente Christian Rios criou mais um teaser que pode ser visto aqui.

 


Os heavy/power metallers alemães Aeonblack preparam-se para lançar o seu segundo álbum a 26 de fevereiro. Intitulado The Time Will Come, este contará com 11 temas de metal tradicional com arranjos poderosos, crus e sofisticados. Este novo trabalho foi gravado no Cube Studio em Lörrach com Dennis Ward (Pink Cream 69, Magnum) nos comandos e com mistura e masterização nos Humble Studio (Sinner, Khymera, Primal Fear, entre outros).

 


Dez anos depois do lançamento do primeiro álbum de remixesRemixed Vol. 1 editado em 2010, os temas da banda mais frenética da música portuguesa ganham novas cores e batidas no segundo álbum de remisturas dos Kumpania AlgazarraRemixed Vol. 2, que foi editado ontem, dia 15 de janeiro. A ideia surgiu no período de confinamento e enquanto o mundo parava e desacelerava, os Kumpania Algazarra resolveram pôr termo ao sossego de vários produtores nacionais e internacionais e convidaram-nos a reinventar um tema à sua escolha pertencente aos vários álbuns da banda. Shazalakazoo, Mystic Faya, Naty Fred e Shinowatz são alguns dos autores das remisturas que navegam pelos universos do Dub, Electro, Drum´n´bass e da eletrónica em geral. A edição física conta com 11 faixas e no universo cibernético há bónus tracks em formato digital.