Review: Automata (Dallian)


Álbum | Automata
Artista | Dallian   
Edição | Independente
Ano | 2018
Origem | Portugal
Género | Prog metal, death metal, symphonic metal, world music
Highlights | Genesis Of Awakening, The Nun From Azrael, Caixa Pensatória, Vãsanã, Swine Dialectic, A Clorsure In Crisis
Para fãs de | Wintersun, Eternal Tears Of Sorrow, Therion, Hollenthon, Septicflesh
Apreciação
As boas surpresas muitas vezes surgem de onde menos se espera. Como este trabalho de estreia dos leirienses Dallian. Automata é o título desta coleção de 12 temas com base no death metal. Sim, a base está lá, mas a capacidade de explorar diferentes sonoridades e de as fundir é a principal mais valia de Automata. E isso mostra um coletivo extremamente criativo e arrojado nas suas composições. Querem um exemplo? Algum dia alguém terá pensado em juntar fado com death metal? Se calhar ninguém. Fazem-no os Dallian. E o resultado é sublime. Poderíamos dar mais exemplos, nomeadamente, ao nível das orquestrações sinfónicas, mas o melhor é deixar cada um por si descobrir do que é capaz esta nova promessa do metal nacional. [83%]

Tracklist
1.      Genesis Of Awakening
2.      The Lie Vision
3.      As Within, So Without
4.      Swallow The Sun
5.      Corrupt Demiurge
6.      The Nun From Azrael
7.      Caixa Pensatória
8.      A Lullaby For The Wicked
9.      Vãsanã
10.  Echoes Of Arrival
11.  Swine Dialectic
12.  A Clorsure In Crisis

Line-up
Carlos Amado - voz principal, guitarra eléctrica, guitarra portuguesa
Ricardo Carniça - voz secundária, guitarra elétrica
Leandro Faustino - guitarra eléctrica, guitarra acústica
André Fragoso (session) - bateria 



Comentários