Review: Thirteen (Gwydion)


Álbum | Thirteen
Artista | Gwydion    
Edição | Ultraje Records     
Ano | 2018
Origem | Portugal
Género | Viking metal, folk metal, death metal
Highlights | Heathen, 793, Balverk Warfare, Strength Remains, Thirteen Days, Allah’s Tagides
Para fãs de | Alestorm, Ensiferum, Eluveitie, Amon Amarth, Turisas, Finntroll
Apreciação
Não há dúvidas que quando se fala em folk/viking metal nacional, os Gwydion estão no topo. Cinco anos depois de Veteran, Thirteen volta a mostrar um coletivo bastante inspirado em cenários épicos de batalhas. A barreira dos 20 anos de carreira já foi ultrapassada e isso nota-se em Thirteen que mostra a evolução e maturidade musical e conceptual da banda. A viagem musical de Thirteen começa no Norte, em 793 e termina no Sul com Oh Land Of Ours – Al Andaluz. Uma viagem que tem uma maior ênfase no death metal do que é habitual, embora ainda estejam presentes os clamores da batalha nos coros guerreiros e nos ritmos bélicos e alguns elementos folk que dão um colorido distinto. [83%]

Tracklist
1.      Heathen
2.      793
3.      Balverk Warfare
4.      Strength Remains
5.      King’s Last Breath
6.      Revenge
7.      Under Siege
8.      Shield Maiden’s Cry
9.      Thirteen Days
10.  Oh Land Of Ours – Al Andaluz
11.  Voyage
12.  Allah’s Tagides

Line-up
Daniel César – teclados
Miguel Kaveirinha – guitarra solo
João Paulo – guitarra ritmo
Bruno Henriques – baixo
Pedro Dias – vocais
Pedro Correia - bateria

Comentários