Review: Angels Of The Night (SERPENTYNE)


Angels Of The Night (SERPENTYNE)
(2019, Hell Fairy Records)
[Lançamento: 21/novembro/2019]

Numa altura em que os Serpentyne comemoram a sua primeira década de existência, assinam pela Hell Fairy Records para apresentar, provavelmente, o seu melhor álbum. Angels Of The Night congrega todas as caraterísticas dos londrinos, mas desta vez, abrilhantadas por uma genialidade ao nível da criação que, em bom rigor, já se adivinhava poder vir a acontecer, mas nunca tinha sido atingido desta forma. Isto porque Angels Of The Night junta o melhor do symphonic metalEpica nos momentos de maior contemporaneidade e nos riffs poderosos; Edenbridge na criação de harmonias e melodias e no equilíbrio entre a abordagem vocal mais ou menos operática; Dark Sarah nos cenários mais cinematográficos e teatrais; Therion em muitas das intensas e majestosas orquestrações. Mas também inclui a habitual vertente folk/medieval com os instrumentos tradicionais – nomeadamente gaita-de-foles e hurdy-gurdy – a terem o seu espaço devidamente demarcado. Vocalmente Maggiebeth Sand está ao seu melhor nível, cantando de forma intensa, segura e emotiva e repartindo, a espaços, estas tarefas com Nigel Middleton que demonstra ser um parceiro à altura para a criação de duetos.  Por tudo isto, mas, essencialmente pela existência de um conjunto de canções onde a criatividade nas estruturas, o arrojo nos arranjos, as dinâmicas impostas e as linhas melódicas criadas se revelam de nível elevado, Angels Of The Night é uma obra fundamental nos amantes do metal em geral e do symphonic folk metal em particular. [91%]

Highlights
Boudicca, Aphrodite, Lady Serpentine, Follow Me, Lady MacBeth

Tracklist
1.      Away From The World
2.      Angel Of The Night
3.      Lady Serpentyne
4.      Follow Me
5.      Lady MacBeth
6.      Bring On The Storm
7.      Aphrodite
8.      Salvation
9.      Seven Signs
10.  Boudicca
11.  The Call Of Banshee

Line-up
Vaughan Grandin – gaita-de-foles, backing vocals
Nigel Middleton – baixo, vocais
John Haithwaite – bateria, backing vocals
Lee Willmer – guitarras
Maggiebeth Sand – vocais

Convidados
Anthar Kharana – vocais, percussões em #10 e #11
Gerard Vaughan – hurdy gurdy em #2, #3, #5 e #10
Mark Jemkins – teclados em #9

Internet
Website   
Youtube   
Facebook   
Bandcamp   
Instagram   
Soundcloud   
Twitter    
Vimeo    

Edição

Comentários

DISCO DA SEMANA #29 VN2000: Blood On Canvas (DARKNESS) (Massacre Records)

MÚSICA DA SEMANA #30 VN2000: Nocturne (SUNBURST) (Inner Wound Recordings)

GRUPO DO MÊS #07 VN2000: .CRUZAMENTE