Review: Empires In The Sun (THORIUM)


Empires In The Sun (THORIUM)

(2021, Freya Records)

[Lançamento: 05/março/2021]

 

Construídos em torno de elementos dos Ostrogoth, os Thorium representam tudo o que de melhor o metal belga (e europeu) tem para oferecer. E Empires In The Sun, pegando no seu trabalho de estreia homónimo, dá um passo em frente e sobe o nível na exigência na composição, no desempenho dos instrumentistas, nas melodias e na criação de verdadeiros hinos metálicos. Em suma, este segundo álbum mostra uma banda a atingir uma maturidade assinalável que se reflete numa incrível diversidade assente num forte equilíbrio. Esse equilíbrio e essa diversidade revela-se na forma como a banda doseia influências que vão desde o NWOBHM (elementos de Iron Maiden podem ser encontrados com alguma frequência), ao thrash metal de natureza mais técnica (algumas referências ao trabalho de Jeff Waters também são notadas), passando pelo US metal de inspiração Iced Earth/Nevermore/Sanctuary. Isto sem esquecer elementos medievais (curiosamente numa inesperada aproximação ao trabalho dos Blackmore’s Night), nomeadamente na abertura Dreams Of Empire (A Pastorale) e nas duas partes de The Minstrel (primeira e terceira partes de 1302) e a inclusão de spoken word a cargo do ator Norman Eshley. Mas, todos estes aspetos são superiormente trabalhados, revelando-se ricamente adornados em termos de arranjos e de estruturas instrumentais, levando os Thorium a criarem o seu próprio caminho e a mostrarem de forma acentuada a sua própria identidade. Vocalmente, também David Marcelis se mostra muito mais competente e seguro do que apresentou em trabalhos recentes com outras bandas. Empires In The Sun vai evoluindo, de grande canção em grande canção até atingir o seu expoente máximo na trilogia épica 1302 que encerra o disco em grande estilo e com grandes convidados a emprestarem o seu talento. Fazendo jus ao seu nome (o Tório é um elemento químico metálico!) a banda belga apresenta um álbum muito forte e altamente entusiasmante que deve ser avidamente consumido. [91%]

 

Highlights

Winterfall, Itching And Aching (Dead-Eyed Society), 1302 – The Golden Shadow, Exquisite, Empires In The Sun, The Old Generation

 

Tracklist

1.      Dreams Of Empire (A Pastorale)

2.      Exquisite

3.      Powder And Arms II

4.      Where Do We Go

5.      More Than Meets The Eye

6.      Empires In The Sun

7.      The Old Generation

8.      Winterfall

9.      Itching And Aching (Dead-Eyed Society)

10.  1302 – The Minstrel (Part I)

11.  1302 – The Golden Shadow

12.  1302 – The Minstrel (Part II)


 Line-up

Kurk Lawless – baixo

Tom Tee – guitarras

Dario Frodo – guitarras

Louis Van Der Linden – bateria

David Marcelis – vocais

 

Convidados

Arjen A. Lucassen, Joe Van Audenhove, Anneleen Olbrechts, Benny Willaert – vocais

Norman Eshley – narrações

 

Internet

Website   

Youtube   

Facebook  

Bandcamp  

 

Edição

Freya Records   

Comentários

DISCO DA SEMANA VN2000: Insanium (WHOM GODS DESTROY) (InsideOut Music)

MÚSICA DA SEMANA VN2000: Faux Savior (BRUME) (Magnetic Eye Records)

GRUPO DO MÊS VN2000: Men Eater