Review: Old, New, Fast'n'Slow (DAPUNKSPORTIF)

 


Old, New, Fast’n’Slow (DAPUNKSPORTIF)

Rastilho Records

Lançamento: 03/junho/2022

 

Ao seu quinto álbum de originais a dupla formada por Paulo Franco e João Guincho (adicionada dos seus ilustres companheiros musicais) continua o seu trajeto de relevo dentro do cenário nacional. A sua matriz está bem definida: rock composto por densas paredes sonoras que saem de riffs colossais e graves das guitarras a quem se associa uma secção rítmica coesa composta por uma bateria dinâmica e orgânica e um baixo presente e cheio de pujança. Ah, e é claro, uns teclados elegantes, com a presença necessária, mas fundamentais no equilíbrio das estruturas, ocupando alguns interstícios deixados livres pelo poder do rock. Mas, o que mais se salienta neste seu novo disco, Old, New, Fast’n’Slow é que o coletivo de Peniche consegue, mais uma vez, reinventar-se a si próprio. E é a abrir e a fechar que surgem as maiores surpresas. A abrir, Raw & Vulnerable traz toda a magia do saxofone de Cabrita. E se dúvidas poderiam existir quanto à integração de um instrumento desta natureza no rock poderoso e musculado dos Dapunksportif, elas ficam perfeitamente dissipadas. De tal forma que até nos atrevemos a dizer que o sax teria encaixado às mil maravilhas em mais um par de temas! A fechar, Maya é uma aventura musical extraordinária. Obscura, sinistra, atmosférica, melancólica, com uma subtil, mas preponderante, guitarra acústica e um enorme trabalho do baixo. Um momento verdadeiramente delicioso! Entre um e outro momento, há vislumbres de psicadelismo setentista em Someone Is Watching You ou Always Under Pressure; há um Love Hurtz que quase poderia ter saído diretamente do baú dos Slade; há um Getting Lost com uma ambiência que chega a tocar o gótico; e há colossais riffs, a lembrar os maiores nomes do stoner rock, em Disconnect. Este novo disco dos Dapunksportif é, de facto, rápido, lento com elementos novos e muito tradicionalismo. Enérgico, mas sem perder o sentido de suavidade e emotividade; frenético, mas sempre esclarecido, este é a produção mais conseguida da sua carreira. [85%]

 

Highlights

Raw & Vulnerable, Maya, Love Hurtz, Virtual Dependency, Disconnect

 

Tracklist

1.      Raw And Vulnerable

2.      Someone Is Watching You

3.      Love Hurtz

4.      Mirror

5.      Getting Lost

6.      Moving Slowly Backwards

7.      Always Under Pressure

8.      Virtual Dependency

9.      Disconnect

10.  Maya

 

Line-up

Paulo Franco – vocais, guitarra ritmo, baixo

João Guincho – vocais, guitarras, baixo

Fred Ferreira – bateria, teclados

Vicente Santos – teclados

Filipe Brito – baixo

 

Convidado

Cabrita – saxofone (em Raw & Vulnerable).

 

Internet

Youtube   

Spotify   

Facebook   

 

Edição

Rastilho Records    

Comentários

DISCO DA SEMANA VN2000: Demonology (MELODIUS DEITE) (Art Gates Records)

MÚSICA DA SEMANA VN2000: As Above, So Below (HARTLIGHT) (Kvlt und Kaos Productions)

GRUPO DO MÊS VN2000: Alpha Warhead