Review: Bootstrap Paradox (VIRCATOR)

 


Álbum | Bootstrap Paradox    

Artista | Vircator   

Edição | Raging Planet   

Lançamento | 31/março/2023

Origem | Portugal

Género | Progressive metal, post metal

Highlights | Egypt, Greece, Mayan, Aztec

Para fãs de | Animals As Leaders, Russian Circles, Pelican, Long Distance Calling, Caspian

Apreciação

Fazer um álbum conceptual em formato instrumental não deve ser fácil, mas não foi isso que impediu os Vircator de tomarem essa decisão para o seu quarto álbum, Bootstrap Paradox. Este é o trabalho mais arrojada da banda de Viana do Castelo, com a criação de envolventes cenários que propõem visitas a diversas antigas civilizações. Sempre sem vocais e com o instrumental a guiar o ouvinte para a profundeza dos intrincados desenhos musicais criados pela banda. Complexo e atraente, sólido e dinâmico, começa com B. C., uma faixa curta em tons que lembram O Gajo, mas rapidamente evolui para um Egypt com guitarras possantes. Isto ao mesmo tempo que são criados elaborados fraseados harmónicos em crescendo, que se manterão ao longo de todo o disco. Greece demarca-se pela incrível linha melódica inicial, Sumer pelo endurecimento do som, Rome pelas cavalgadas, Mayan pelas boas dinâmicas e pelo fuzz e Aztec pela sonoridade mais crua, embora com uma secção de tendência ambiental. Isto antes de terminar, com outra peça curta – A. D. - a fechar o círculo. Bootstrap Paradox é uma viagem pelo tempo, uma viagem poderosa e arrebatadora que marca o início de uma nova era para os Vircator. [81%]

 

Tracklist

1.      B. C.

2.      Egypt

3.      Greece

4.      Sumer

5.      Rome

6.      Mayan

7.      Aztec

8.      A. D.

 

Line-up

Pedro Carvalho - guitarras

Marcelo Peixoto - baixo

Zé Cruz - guitarras

Ruben Silva - bateria

Comentários

DISCO DA SEMANA VN2000: Miracles Beyond (INTELLIGENT MUSIC PROJECT) (Intelligent Music)

MÚSICA DA SEMANA VN2000: I'm So Sorry (SOULLINE) (Massacre Records)

GRUPO DO MÊS VN2000: Alpha Warhead