Review: Fireborn (VALKEAT)

 


Fireborn (VALKEAT)

Reaper Entertainment

Lançamento: 18/agosto/2023

 

Vindos da Finlândia, os Valkeat são apresentados como os líderes da nova geração do folk metal. E o seu segundo álbum, Fireborn, que surge seis anos após a estreia homónima, acentua de forma bem vincada essa premissa. E, essencialmente, pela postura e abordagem completamente atípica ao folk. Sem carregar os temas com instrumentações tradicionais (apenas o kantele tem o seu lugar garantido), Fireborn insere as mais diversas estruturas folk oriundas de diversas paragens. Por exemplo, logo a abertura My Crown traz um distintivo toque mongol ao nível do canto de garganta, metodologia magnificamente usada pelos The Hu e aqui reproduzida. Um aspeto que volta a ser bem trabalhado em Tule Kokko, tema também marcante pelo seu tribalismo, etnicidade e experimentalismo. E estas são caraterísticas que surgem dispersas pelo disco e conferem um diferente sabor de autenticidade e risco, em simultâneo. O melhor exemplo é Tribe, primeiro single extraído deste registo. Ao nível dos arranjos merece destaque a aposta em fortes orquestrações clássicas ou cinematográficas, a complementar a instrumentação metálica e responsáveis por elevar a qualidade de muitos dos temas a um novo patamar de riqueza. A acompanhar, também os coros se mostram bem desenvolvidos. Para além do canto de garganta já referido, em Fireborn podemos deliciar-nos com um vasto e grandioso conjunto de pormenores ao nível da presença coral, seja em formato clássico, seja num mais simples e numa linha sing along no formato la-la-la e afins. Uma palavra, ainda, para as deliciosas linhas melódicas e para o recurso de outros argumentos como spoken word, elementos acústicos, solos de violino e vocais femininos. São 14 faixas que trazem uma nova perspetiva sobre a utilização do folk no metal e onde os temas mais longos (Thunderbird, Fireborn e Land Of Falling Leaves – Song Up The Skies) são verdadeiras peças do mais fino recorte técnico. A concluir, Fireborn é um disco extremamente diversificado sem perder o equilíbrio e com inteligentes pontos de contacto entre as várias e distintas abordagens musicais. [88%]

 

Highlights

Land Of Falling Leaves – Song Up The Skies, Tribe, Fireborn, Summer Nights, Thunderbird, Vana, Swan Song

 

Tracklist

1.      My Crown

2.      Tribe

3.      Swan Song (Lemminkäinen)

4.      Ukko

5.      Moras

6.      Fireborn

7.      Karjalan Kunnailla

8.      Summer Nights

9.      Iku

10.  Tule Kokko

11.  Thunderbird

12.  Vana

13.  Kuolematon

14.  Land Of Falling Leaves – Song Up The Skies

 

Line-up

Juho Aarnio – baixo

Aleksi Kärkkäinen – guitarras

Eppu Puhjo – kantele

Miikka Virtapuro – vocais

Vesa Laamanen - bateria

 

Internet

Facebook   

Youtube   

Spotify   

Instagram   

 

Edição

Reaper Entertainment   

Comentários

DISCO DA SEMANA #29 VN2000: Blood On Canvas (DARKNESS) (Massacre Records)

MÚSICA DA SEMANA #30 VN2000: Nocturne (SUNBURST) (Inner Wound Recordings)

GRUPO DO MÊS #07 VN2000: .CRUZAMENTE