Review: Hephaestus (HEIMDALL)

 


Hephaestus (HEIMDALL)

Pride & Joy Music

Lançamento: 25/agosto/2023

 

Muito ativos na viragem do século, as coisas complicaram-se para os Heimdall nos últimos tempos. Mas, pelos vistos a tempestade já passou e, dez anos depois de Aeneid, a banda italiana está de regresso aos discos com uma nova editora e um registo poderoso e de enorme qualidade, intitulado Hephaestus. Porque, afinal, como eles próprios o provam no final deste no álbum, aproveitando a deixa dos QueenThe Show Must Go On. E, poderemos começar precisamente por aí. Quem consegue trabalhar esse icónico tema da forma que os Heimdall o fizeram para este registo, tornando-o ainda mais grandioso, tem que saber da poda. Com um novo baixista, na pessoa de Franco Amoroso, a banda começou em 2018 a compor novos temas. O resultado está à vista – um delicioso desfile de power metal com técnica, criatividade e clarividência. Composições sofisticadas, que apresentam diferentes vias de audição e diversos caminhos de perceção, muitas vezes num registo fora dos tradicionais cânones do género. Os melhores exemplos são mesmo o tema-título (como cresce a cada audição este tema!) e a completamente destruturada, mas espetacularmente construída balada, Till The End Of Time.  No global, Hephaestus é composto por canções onde prevalecem linhas melódicas muito apelativas, sucessivas mudanças de ritmo e tempo e um impecável trabalho vocal, por vezes com arranjos que nos remetem, a este nível, para os Blind Guardian. Um álbum que nos apresenta variações muito sugestivas, inclusão de algumas passagens completamente inesperadas, solos muito bons tecnicamente e algum neoclassicismo, tornando-se disco de power metal contemporâneo que respeita os clássicos. E que, ao mesmo tempo, cria o seu próprio caminho, mostrando forte identidade e individualidade. Um regresso em grande forma que, naturalmente, se saúda. [89%]

 

Highlights

Power, Hephaestus, Masquerade, King, Till The End Of Time

 

Tracklist

1. Hephaestus

2. Masquerade

3. King

4. The Runes

5. Till The End Of Time

6. Power

7. We Are One

8. Spellcaster

9. The Show Must Go On

 

Line-up

Fabio Calluori – guitarras

Gandolf Ferro – vocais

Carmelo Claps – guitarra solos

Nicolas Calluori – bateria

Franco Amoroso – baixo

 

Internet

Facebook   

Bandcamp   

Youtube   

Spotify   

 

Edição

Pride & Joy Music   

Comentários

DISCO DA SEMANA VN2000: Miracles Beyond (INTELLIGENT MUSIC PROJECT) (Intelligent Music)

MÚSICA DA SEMANA VN2000: I'm So Sorry (SOULLINE) (Massacre Records)

GRUPO DO MÊS VN2000: Alpha Warhead