Review: Haunted (SYMPHONY OF SWEDEN)


 

Álbum | Haunted    

Artista | Symphony Of Sweden    

Edição | Firechild AB

Lançamento | 07/fevereiro/2024

Origem | Suécia

Género | Modern metal, pop metal

Highlights | Bad Thoughts, Lay The Down (A Broken Son’s Cry), Just Let It Bleed, That Night, Black Painted Heart, Goodbye

Para fãs de | Autumn’s Child, Linkin Park, Art Of Illusion, Imagine Dragons, HEAT

Apreciação

Não há dúvidas que os Symphony Of Sweden estão num mundo à parte. E é bem verdade que são o elo que faltava e que liga o metal à pop. Claro que falta algo ao primeiro, embora sobre ao segundo. Os temas são curtos. Demasiadamente curtos até e esse continua a ser o principal problema dos suecos. Tudo está bem nos arranjos, melhor ainda nas deliciosas linhas melódicas, excelente ao nível individual, principalmente ao nível vocal. Só falta projetar um pouco mais estes temas, fazê-los crescer, dar-lhes corpo, inserir uns solos, alguns breaks. Como acontece, e muito bem, em Black Painted Heart, uma malha que parece ter saído do laboratório criativo de Jim Steinman. De resto, dá a ideia de que o duo está sempre com pressa de acabar os temas. Mas não tem necessidade disso, porque as canções são boas e elas próprias pedem sempre algo mais. Quanto a Haunted, entre guitarras (algumas vezes muito) pesadas, em Even If Solo, e ambientes mais pop, como em Bad Thoughts, vai desfilando um naipe de enormes hinos, como Lay Them Down (A Broken Son’s Cry). Claramente mais consistente a ponta final onde podemos ouvir os melhores exemplos do que acabámos de referir, nomeadamente Just Let It Bleed e o magnifico final cinematográfico Goodbye. [81%]

 

Tracklist

1.      Haunted

2.      EXIT – When There’s Nowhere Else To Run

3.      Get Out Of My Mind

4.      Bad Thoughts

5.      Even If Solo

6.      Lay Them Down (A Broken Son’s Cry)

7.      Show Me Love

8.      Down And Counting

9.      Just Let It Bleed

10.  That Night 

11.  Black Painted Heart

12.  Goodbye

 

Line-up

Lee – vocais

Evan – teclados, instrumentos diversos, backing vocals

Henrik Bodin-Sköld – guitarras, baixo

Niklas “Bullen” Bengtsson – bateria (1, 3, 4. 6, 7, 9, 10)

Erik Günther – bateria (2, 5, 8)

Jon Skäre – bateria (11)

Comentários

DISCO DA SEMANA VN2000: Insanium (WHOM GODS DESTROY) (InsideOut Music)

MÚSICA DA SEMANA VN2000: Faux Savior (BRUME) (Magnetic Eye Records)

GRUPO DO MÊS VN2000: Men Eater