Review: Portraits (NIGHT PLEASURE HOTEL)

 


Portraits (NIGHT PLEASURE HOTEL)

Art Of Melody Records

Lançamento: 31/maio/2024

 

Tem-se questionado muito o que será do AOR, um estilo que teima em não inovar. São, por isso, poucos os álbuns e bandas que se consigam impor no mercado moderno. Mas, se há alguma coisa a fazer devem perguntar aos Night Pleasure Hotel (NPH). Isto porque o seu álbum de estreia, Portraits, é um dos melhores registos dentro deste âmbito que ouvimos nos últimos tempos. Então, o que fizeram os italianos? De facto, algumas coisas. Umas que se têm, que são inatas; outras que se trabalham. Vejamos alguns exemplos. É necessário trabalhar nos arranjos. Com tempo, sem pressas. Os NPH fizeram isso com mestria e Portraits está repleto de pequenos pormenores que, no limite, transformam um tema de AOR que seria banal, numa peça memorável. Como é que se consegue? Trabalhando afincadamente. Outro exemplo: as melodias. Um bom tema de rock melódico ou AOR tem que a ter em doses maciças. Os NPH têm algumas passagens verdadeiramente deliciosas. Trabalho? Seguramente, mas também talento e inspiração. Outro: não ter medo de arriscar e fazer crescer as canções, desenvolver as estruturas, inserir breaks e variações rítmicas e de tempo. Mais uma vez, Portraits é marcante, dando como exemplos a sua orientação soul em Just This Once ou a inesperada abordagem gospel em For You. Até numa área, tradicionalmente bem conseguida neste estilo, como é o trabalho vocal principal e as harmonias dos coros, os italianos mostram argumentos únicos neste disco. Entre temas mais aditivados e as tradicionais baladas (tradicionais no sentido de serem presença obrigatória; claramente muito acima dos clichés baladescos da atualidade), nesta estreia não faltam boas sensações, gigantescas canções que apetece ouvir indefinidamente, melodias que fazem sonhar e um naipe de instrumentistas (onde se incluem, naturalmente, os convidados) com talento e competência para executar as melhores ideias e as fazer crescer quando saem dos seus instrumentos. Um disco para todos os amantes de boa música e que ultrapassa géneros e rótulos predefinidos. [94%]

 

Highlights

Just This Once, Walking Through The Horizon, Sweet Melodies Of Rain, What I Feel, Suddenly, For You

 

Tracklist

1. Niko

2. Just This Once

3. We Say Goodbye

4. Walking Through The Horizon

5. You And I

6. Sweet Melodies Of Rain

7. Shivers

8. What I Feel

9. Julia

10. Suddenly

11. For You

12. Quella Sera (bonus track)

 

Line-up

Alex Mari – vocais, baixo, guitarras, teclados

Sebastiano Barbirato – guitarras, baixo, backing vocals

Gianluca Pisana – bateria, piano, backing vocals

 

Convidados

Michele Luppi (2), Luca Zabbini (4), Gianluca Tagliavini (8, 9), Igor Gallerani (10, 12), Enrico Varisco (7), Francesco Savazza (1), Lorenzo Locorotondo (3, 5), Michele Canella (6), Emanuele Vassalli (11) e Luca Furlan (8) - teclados  

Paolo Caridi – bateria (9)

Roberto Galli (1, 7), Francesco Preti (9), Jacopo Aneghini (4, 11) e Enrico Mangherini (3, 11) - baixo

Iarin Munari – percussões (11)

 

Internet

Facebook  

Instagram   

 

Edição

Art Of Melody Records    

Comentários

DISCO DA SEMANA #29 VN2000: Blood On Canvas (DARKNESS) (Massacre Records)

MÚSICA DA SEMANA #30 VN2000: Nocturne (SUNBURST) (Inner Wound Recordings)

GRUPO DO MÊS #07 VN2000: .CRUZAMENTE