quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Review: The Scarecrow (Avantasia)


Quando no início do milénio Tobias Sammet, vocalista dos Edguy se lembrou de criar uma ópera metal, Avantasia, todo o mundo metálico ficou em alvoroço. Em dois anos, as duas partes de The Metal Opera deixaram uma marca indelével da capacidade do jovem compositor alemão. Desde essa altura que os fãs se tem perguntado pela continuidade ou não do projecto. Acreditamos que, também, Tobias Sammet, nunca tenha deixado que o seu cérebro estagnasse e não pensasse no regresso dos avantasianos. E, de facto, o regresso aconteceu porque… era obrigatório acontecer. The Scarecrow marca, assim, a entrada num novo ano com uma fasquia bem elevada. Aliás, o duplo EP editado em finais de 2007 (as duas partes de Lost In Space), deixaram claro que algo grandioso estava para acontecer. The Scarecrow comprova-o. Sammet faz-se acompanhar de um leque de inegável classe, mas é a sua capacidade de criar temas que mais sobressai. O outrora jovem, cresceu, está mais maduro e as suas composições reflectem isso. Desacelerou, imprimiu melodia, explorou novos campos, acrescentou groove. E tudo isso sem deixar de ser Avantasia, um projecto que a cada paço ameaça tornar-se maior que o seu grupo de origem. O álbum inicia-se com Twisted Mind, um tema ritmicamente lento mas estruturalmente muito forte. É o sinal que algo de novo e de bom está para acontecer. E de facto, logo no tema seguinte, o longo e épico The Scarecrow somos assaltados por um violino mágico que nos transporta para tempos medievais. E o conjunto de grandes malhas sucedem-se umas atrás de outras com uma referência especial ao facto de apenas três temas se situarem em velocidades próximas da da luz. Pelo meio tempo para um tema forte em termos sinfónicos com Amanda Somerville em grande estilo (What Kind Of Love), para uma emocionante balada acústica (Cry Just A Little) ou para uma incursão nas ondas radiofonias (Carry Me Over). E se Another Angel Down e Lost In Space já eram conhecidas dos EP’s, em Shelter From The Rain e The Toy Master o germânico conseguiu criar dois grandes temas vocalizados por dois grandes senhores: Michael Kiske e Alice Cooper, respectivamente. A evidência da capacidade camaleónica de composição do vocalista fica mais que demonstrada nestes temas já que qualquer um deles podia, perfeitamente, estar nos grupos de origem dos convidados, referindo-nos, no primeiro caso, mais concretamente aos Helloween.


Tracklisting:
Twisted Mind
The Scarecrow
Shelter From The Rain
Carry Me Over
What Kind Of Love
Another Angel Down
The Toy Master
Devil In The Belfry
Cry Just A Little
I Don’t Believe In Your Love
Lost In Space


Convidados: Alice Cooper, Amanda Somerville, Bob Catley (Magnum), Jorn Lande (ex-Masterplan), Kai Hansen (Gamma Ray), Michael Kiske (ex-Helloween), Oliver Hartmann, Roy Khan (Kamelot), Rudolf Schenker (Scorpions; guitar)


Website: http://www.tobiassammet.com/

Edição: Nuclear Blast (http://www.nuclearblast.de/ )

Nota VN: 18,00 (1º)

Sem comentários: