Mensagens

Publicação em destaque

Entrevista: RAMP

  O Insidiously é uma prova de força, superação e perseverança. Este é o retrato que Rui Duarte faz do novo álbum dos RAMP que surge 13 anos depois do último álbum de originais. Um regresso que pode ter sido violento na sua criação, mas cujo resultado se revela fantástico, voltando a banda a afirmar-se como uma referência fundamental no panorama metaleiro nacional. Dito isto, fiquem com as palavras sinceras de Rui Duarte.   Olá, Rui, tudo bem? Antes de mais, obrigado pela disponibilidade e parabéns pelo vosso novo álbum. A primeira questão é óbvia: porque 13 anos sem álbuns? O tempo é algo que não controlamos totalmente pois depende de como a vida de cada um se desenrola. Nunca fomos de classes abastadas em que pudéssemos ter uma plataforma estável profissional independente que nos permitisse dedicarmo-nos somente a RAMP . A juntar à permanente luta entre sobrevivência e o trabalho da banda existiram questões pessoais que abalaram todo o nosso equilíbrio sucessivamente. Com saídas de

Entrevista: Simple Lies

Reviews: Hex; Ramera; Vidres A La Sang; Faruln; Wasting The Genesis

Via Nocturna no Hellfest 2022

Review: In Victory (SINSID)

Review: Athemon (ATHEMON)

Review: Walk Through Hell (CIRCLE OF SILENCE)

Entrevista: Manuel Cardoso's Tantra