quinta-feira, 24 de abril de 2008

Review: Time To Be Free (André Matos)


Desde a saída algo polémica dos Angra que André Matos não tem sido muito feliz nas suas opções musicais. Agora parece ter chegado a vez da sua liberdade, criativamente falando, claro está. Reuniu-se de uma série de excelentes músicos brasileiros, alguns dos quais já tinham trabalharam com ele quer nos Angra quer em Shaman/Shaaman, e chamou uma dupla de peso para a produção. Com este atributos, seria de esperar um álbum acima do que o vocalista brasileiro tem feito nos últimos anos. E, de facto, Time To Be Free, não defrauda as expectativas. Os músicos mostram-se competentes e a produção está soberba. De Roy Z saltam à vista a força dos temas, liderados por uma dupla de guitarras forte coesa e por um puto baterista que promete! De Sascha Paeth ressaltam a clareza e as orquestrações. Matos, igual a ele próprio, mostra-se em boa forma, expondo todo o seu potencial, nomeadamente nos temas onde não há tantos agudos, como em Remember Why ou A New Moonlight, a faixa mais espectacular de todo o álbum. Musicalmente o álbum navega por água típicas do power metal melódico, da escola Helloweeniana, com muita melodia, poder, velocidade e técnica, chegando, por vezes, a lembrar a fase Holy Land dos Angra. Por outro lado é, também, feito dos habituais clichés do género. Neste particular, André Matos pouco ou nada arrisca. O trabalho é composto por temas que acabam, apesar de tudo, por ser um must para qualquer fã do estilo, como Letting Go, How Long (Unleashed Way) e as outras duas já citadas, mas também contém faixas perfeitamente dispensáveis, como Looking Back ou Separate Ways (World Apart). Depois, pela negativa, há a registar um alinhamento mal estudado. Depois de um inicio prometedor, Looking Back corta o fôlego de uma maneira assustadora e o álbum deveria terminar com A New Moonlight. Endeavour é boa mas devia vir antes e Separate Ways nem lá devia estar.

Tracklisting:

01. Menuett
02. Letting Go
03. Rio
04. Remember Why
05. How Long (Unleashed Way)
06. Looking Back
07. Face The End
08. Time To Be Free
09. Rescue
10. A New Moonlight
11. Endeavour
12. Separate Ways (World Apart)

Lineup: André Matos (vocais, piano), André Hernandes (guitarras), Hugo Mariutti (guitarras), Luis Mariutti (baixo), Eloy Casagrande (bateria), Fábio Ribeiro (teclas)

Website: http://www.andrematos.net/

Myspace: www.myspace.com/andrematossolo

Edição: Steamhammer/SPV (http://www.spv.de/)

Nota VN: 16,2 (10º)

Sem comentários: