sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Review: Innergy (Forgotten Suns)

Innergy (Forgotten Suns)
(2009, ProgRock Records)


Quando, há algum tempo atrás, Ricardo Falcão, guitarrista dos Forgotten Suns nos confidenciava que o novo trabalho seria mais pesado estávamos longe de imaginar o trilho que a banda pisaria em Innergy. De facto, a banda abandona, definitivamente, a escola progressiva dos Yes/Marillion e assume, de uma vez por todas, a sua costela metálica abordando, neste álbum, claramente a escola Dream Theater. Este Innergy é metal progressivo em todo o seu esplendor e magnificência! O trabalho de cada um dos instrumentos é soberbo: a bateria é dinâmica, versátil e cirúrgica; o baixo é poderoso; a guitarra debita ritmos e harmonias deliciosas e executa solos de elevada craveira técnica; os teclados são usados de forma muito inteligente e participam em enormes duelos de solos com a guitarra. Mas acima de tudo, a grande mais-valia dos Forgotten Suns, actualmente, é o seu novo vocalista Nio Nunes. Não querendo de maneira nenhuma beliscar o excelente trabalho efectuado pelos frontmen anteriores, o que é certo é que Nio consegue ajudar a transpor toda a capacidade que a banda já vinha demonstrando a um patamar único! Pode afirmar-se que ele trouxe a alma que o colectivo necessitava, demonstrando-se perfeitamente à vontade nos graves e nos agudos, nos momentos mais agressivos ou nos mais suaves. Claro que uma boa voz sem grandes malhas também não resultaria. Mas grandes malhas são o que não falta a Innergy. Racing The Hours, News, Outside In, ou An Outer Body Experience são alguns exemplos do que este álbum nos pode proporcionar: riqueza rítmica e melódica, diversificação estrutural, complexidade, solos espantosos e, acima de tudo, muita maturidade. Maturidade de uma banda que, dentro do seu campo progressivo, consegue, simultaneamente, injectar letais doses de thrash metal em complexas estruturas jazz! Ou consegue criar uma faixa como Doppleganger, curta, estranha, pesadona, cheia de groove e com um ligeiro travo a industrial. Para os fãs do prog, este é, definitivamente, um álbum indispensável!


Tracklist:
1. Flashback
2. Racing The Hours
3. News
4. Doppleganger
5. An Outer Body Experience
6. Outside In
7. Nanoworld
8. Mind Over Matter

Line up: Ricardo Falcão (guitarra), Miguel Valadares (teclados), J. C. Samora (bateria), Nuno Correia (baixo), Nio Nunes (vocais)
Myspace:
www.myspace.com/fsuns
Website:
http://www.forgotten-suns.com/
Edição: ProgRock Records (
http://www.progrockrecords.com/)
Nota VN: 18,9 (2º)

Sem comentários: